Acobertando

Autoridades que se irritam quando cobradas sobre a total inércia para investigar esquemas antigos e continuados estão cavando fundo o próprio fosso de queda. Além de vínculos familiares interferindo em rumo de procedimentos que nunca são relatados, indícios irrefutáveis de cumplicidade e participação em mega esquema de acobertamento já estão oficialmente registrados. Na mira, at...
| 28/08/2018
- 12:00
Acobertando

Autoridades que se irritam quando cobradas sobre a total inércia para investigar esquemas antigos e continuados estão cavando fundo o próprio fosso de queda. Além de vínculos familiares interferindo em rumo de procedimentos que nunca são relatados, indícios irrefutáveis de cumplicidade e participação em mega esquema de acobertamento já estão oficialmente registrados.

Na mira, atuação correicional que mais parece defensoria para bandidos e deve render escândalo, já que cada vez menos pessoas estão dispostas a expor a carreira para ‘segurar a bronca’ de terceiros.

Veja também

Formação de equipe de campanha abre vácuo em cargos e disputa entre quem fica, pelo menos até dezembro de 2022

Últimas notícias