O TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul) julgou as contas de quatro diretórios partidários de Caracol como não prestadas. O Tribunal aponta que as legendas não entregaram as documentações para regularização eleitoral.

As decisões constam no DJEMS (Diário da Justiça Eleitoral de Mato Grosso do Sul) desta sexta-feira (15).

O PT de Caracol teve as contas anuais julgadas. Segundo TRE-MS, a “agremiação partidária supracitada não apresentou as contas no prazo legal e, embora regularmente notificado, manteve a omissão”.

Todas as contas julgadas foram do ano de 2022. No caso do Progressistas de Caracol, também foram analisadas as contas anuais, que não foram entregues e gerou perda do Fundo Partidário.

Já o PRTB e PSDB de Caracol tiveram as contas das Eleições de 2022 julgadas. Os diretórios também perderam o direito ao Fundo Partidário.