O PSDB (Partido da Social Democracia Brasileira) segue em busca da definição de nomes para a disputa da da Alems (Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul). Sem consenso, parlamentares do partido disputam a 1ª secretaria e presidência.

Em nota, assinada pelo presidente estadual da sigla, Reinaldo Azambuja, e governador do Estado, Eduardo Riedel, o partido defende uma chapa de consenso na disputa pela Mesa Diretora.

Até o momento, a principal indefinição é relacionada à 1ª secretaria. O atual presidente da , Paulo Corrêa (PSDB), articula assumir o posto para o novo biênio. Entretanto, Jamilson Name (PSDB) garante que disputará a vaga.

“Eu sou candidato e não abro mão para o Paulo Corrêa. Defendo a renovação”, declarou anteriormente ao Jornal Midiamax.

Mara Caseiro busca presidência da Mesa Diretoria

Além disso, outra indefinição envolvendo parlamentares do partido é sobre a presidência. O principal nome cotado para assumir o principal cargo da Mesa Diretora é do deputado Gerson Claro (PP), que já definiu a candidatura.

Nesse sentido, Gerson possui o apoio de diversos parlamentares como Coronel David (PL), Pedro Kemp, Lucas de Lima (PDT), Renato Câmara e Amarildo Cruz (PT).

Apesar disso, a deputada Mara Caseiro (PSDB) insiste em se lançar à presidência, com o mote de que foi a mais votada. (PSDB) é outro citado, mas não garante participar ainda.

Com isso, na nota divulgada nesta terça-feira (24), Azambuja afirma que o diálogo e busca por equilíbrio entre as forças políticas é uma marca do PSDB.

“Eu e Riedel estamos conversando com os parlamentares, pois sabemos da importância de construirmos uma chapa única”, afirmou o ex-governador.

“O que devemos deixar muito claro e transparente é o nosso desejo pela eleição de uma Mesa Diretora com equilíbrio de forças partidárias, e que venha repetir a mesma parceria propositiva, responsável e harmônica evidenciada ao longo dos últimos oito anos”, continuou.

Por fim, Azambuja afirmou que Riedel possui o mesmo pensamento.

PSDB realiza reunião para definir nomes

O diretório estadual do PSDB deve reunir os deputados estaduais eleitos e reeleitos antes da eleição para a Mesa Diretora da Alems. A posse dos parlamentares será na próxima quarta-feira, 1º de fevereiro.

Anteriormente, Azambuja disse que ainda não há data para o encontro.

Por outro lado, a reportagem apurou que existe a possibilidade da reunião acontecer entre quarta (25) e sábado (28).

MDB e PT devem ficar com vice-presidência e segunda secretaria

Em meio a espera pela definição dos nomes do PSDB, parlamentares do MDB e PT foram definidos para ocuparem a vice-presidência e segunda secretaria da Mesa Diretora.

Renato Câmara (MDB) deverá ser o primeiro vice-presidente.

“Na eleição, pela proporcionalidade da bancada, o MDB vai pleitear a primeira vice-presidência, que ficou com o deputado Renato Câmara”, disse o presidente estadual do partido, o deputado eleito Junior Mochi.

Assim, a segunda secretaria deve ser ocupada por Pedro Kemp (PT). “Meu nome está sendo indicado. Está praticamente certo”, frisou o parlamentar.