Rose deixa terceira-secretaria da Câmara Federal após sair do PSDB e presidente marca eleição

Além da deputada Rose, outros dois membros da Mesa Diretora mudaram de partido e deixam cargos também
| 24/05/2022
- 09:43
Rose
Rose Modesto, deputada federal de Mato Grosso do Sul. - (Foto: Divulgação, Arquivo).

Após decisão que tirou a deputada Rose Modesto (União Brasil) da terceira-secretaria da Mesa Diretora, bem como outros deputados, a Federal marcou a eleição para preencher as vagas para esta quarta-feira (25).

Segundo divulgado, o novo pleito é necessário pela decisão que tornou vagos os cargos de primeiro vice-presidente, segundo secretário e terceiro secretário, após a mudança de partidos dos deputados Marcelo Ramos (PSD-AM), Marília Arraes (SD-PE) e Rose, que deixou o PSDB em abril.

Ou seja, serão escolhidos na quarta-feira (25), deputados para estes cargos, sendo que, para primeiro-secretário, somente filiados ao PL; segundo-secretário, filiados do PT, e terceiro-secretário, somente filiados do PSDB.

Ainda de acordo com o ato do presidente da Câmara Federal, deputado (PP/AL), as candidaturas devem ser registradas na Secretaria-Geral da Mesa Diretora até às 19h desta terça-feira (24).

Após Rose deixar PSDB

A questão foi objeto de ação no TSE (Tribunal Superior Eleitoral), que revogou decisão anterior que previa a manutenção de deputados que mudaram de partidos, nos cargos da Mesa Diretora.

Antes, no entanto, o presidente da Câmara Federal tinha decidido que as vagas pertecem aos partidos, não aos parlamentares. Portanto, se o deputado decide mudar de legenda, perde o lugar, segundo, inclusive, previsão no regimento interno.

Procurada, a deputada federal sul-mato-grossense afirmou que já sabia disso quando deixou o ninho tucano. "O regimento da Câmara diz que os cargos da Mesa pertencem ao partido. Eu já sabia, já tomei a decisão de sair do PSDB ciente de que isso poderia acontecer a qualquer momento, então é isso mesmo, e a gente continua trabalhando normalmente como deputada federal".

Veja também

A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) firmou convênio no valor de R$...

Últimas notícias