O candidato Magno Souza, do PCO, promete usar o Debate Midiamax para abordar temas envolvendo as causas indígenas. Ele disse também que vai aproveitar o espaço para ‘lembrar' candidatos sobre questões que estariam ‘esquecidas' durante o encontro que acontecerá a partir das 20h da próxima segunda-feira (19).

Animado, Magno ressalta que ser candidato ao Governo do Estado de Mato Grosso do Sul é um sonho de infância. Em sua primeira campanha, ele diz que é uma candidatura ‘complicada', mas considerou o encontro do Midiamax como o ‘Debate da Esperança'.

“Estou animado para participar do debate, cheio de esperança. Quero mostrar o que eu esperava desde criança que é me candidatar e lutar pelos direitos dos povos indígenas. É a minha primeira candidatura e complica um pouco por não ter muitos recursos, mas estamos animados”, destacou.

Magno também disse que Mato Grosso do Sul precisa de um Governador que saiba dialogar para acabar com os conflitos envolvendo fazendeiros e indígenas.

“Já ouvi candidato dizer que está cansado de perder policiais e da mesma forma eu estou cansado de perder índio. Vou falar isso para ele no debate. Não aguento mais ver índio ser assassinado. Precisamos de um governador que resolva o problema, que entre em ação e que converse”, desabafou.

Na semana passada, o TRE (Tribunal Regional Eleitoral), indeferiu o registro de candidatura de Magno e seu vice, Carlos Martins. Ambos não cumpriram pressupostos de registrabilidade. Os candidatos recorreram da impugnação. A defesa entrou com embargos de declaração no TRE no fim da tarde de domingo (11).

“Eu não devo nada à Justiça. Quase todos os candidatos têm envolvimento com escândalos políticos, mas só estão querendo barrar a minha candidatura”, disse.

Debate Midiamax

 ocorre às 20 horas da próxima segunda-feira e será transmitido em tempo real para os 79 municípios do Estado pela TV UOLhome do Jornal MidiamaxFacebookYouTube, TVE, TV Imaculada, Rádio Difusora Pantanal e Rádio independente 90,9 Ind FM, além de um pool de rádios do interior de Mato Grosso do Sul.

Os oito candidatos ao Governo do Estado Adonis Marcos (Psol), (MDB), Capitão Contar (PRTB), Eduardo Riedel (PSDB), Giselle Marques (PT), Magno de Souza (PCO), Marquinhos Trad (PSD) e (União Brasil) já confirmaram presença no debate.

Além de poder acompanhar o debate ao vivo no site do Jornal Midiamax, haverá também transmissão em tempo real no canal do YouTube e na página no Facebook, contando com transmissão nacional pela página do Uol, na TV Uol.

A TVE (Canal 4.1 em Campo Grande, 13.1 em e Região e Canal 15 da NET) vai retransmitir o sinal. Ou seja, a partir das 20h do dia 19 de setembro será possível assistir ao debate na íntegra nesses canais.

Além disso, o debate será transmitido na TV Imaculada (Canal 15.1 UHF e 521 da NET em Campo Grande), na Rádio Difusora Pantanal (101.9 FM) e também poderá ser acompanhado em tempo real por eleitores dos 79 municípios sul-mato-grossenses, em diversas outras emissoras do Estado que vão transmitir o evento.

Regras do Debate Midiamax

As regras e temas do debate foram definidos durante reunião com representantes dos candidatos a governador de Mato Grosso do Sul. O debate acontecerá em cinco blocos, seguindo um modelo aprovado pelos candidatos.

1º bloco

Neste momento, será realizado sorteio da ordem — que será utilizada para os blocos acordados — para questionamentos dos próximos blocos, realizados pelo mediador ao vivo. Também no primeiro bloco, os oito candidatos poderão se apresentar em 1 minuto e 30 segundos.

2º bloco

Cada candidato terá direito a fazer uma pergunta para outro candidato, que será sorteado na hora. Os questionamentos deverão ser sobre os seguintes temas: Saúde, Educação, Segurança Pública, Infraestrutura e Saneamento, Combate à Corrupção e Transparência, Servidor Público, Desenvolvimento Econômico e Emprego, Habitação, Ambiente, Turismo, Impostos e Assistência Social.

Pergunta: 45 segundos

Resposta: 2 minutos

Réplica: 45 segundos

Tréplica: 45 segundos

3º bloco

Cada candidato terá total liberdade para escolher um candidato para questionar e qual pergunta irá realizar. Cada candidato poderá ser escolhido para responder apenas uma vez.

Pergunta: 45 segundos

Resposta: 2 minutos

Réplica: 45 segundos

Tréplica: 45 segundos

4º bloco

Cada candidato poderá fazer uma pergunta para outro concorrente sorteado na hora. Neste bloco, será sorteado outro postulante para comentar a resposta. Logo após o comentário, quem perguntou poderá realizar réplica e quem respondeu pode fazer tréplica.

Pergunta: 45 segundos

Resposta: 2 minutos

Comentário: 1 minuto

Réplica: 45 segundos

Tréplica: 45 segundos

5º bloco

Um novo sorteio será realizado no último bloco para definir a ordem de considerações finais dos candidatos. Cada candidato terá 2 minutos para considerações finais.

Direito de resposta

Haverá uma banca jurídica para julgar os pedidos de direito de resposta, feitos pelas assessorias jurídicas de cada candidato. As equipes dos postulantes podem acionar a banca quando julgarem que houve prejuízo para o candidato ou abuso por parte de concorrente.

O tempo do direito de resposta será de 30 segundos, concedidos ao fim do mesmo bloco ou início do bloco seguinte.