Vereadores cobram medidas para conter crise

Vereadores do fazem reunião na tarde desta quarta-feira (6) para decidir se Otávio Trad e Flávio César acompanham o colega de bancada, Eduardo Romero, e se declaram fora da base de sustentação de (PP) na Câmara.

Segundo vereador Otávio Trad, durante a reunião os vereadores ouvirão os motivos que levaram Eduardo a tomar a decisão de se declarar independente e quais serão os passos do partido a partir de agora.

“A posição dele é extremamente compreensível pelo momento bem complicado que a cidade passa e a pressão para cima dos vereadores e, principalmente, do prefeito, para que possa tomar medida para amenizar esta crise. Vamos sentar e conversar para ver a postura do partido”, justificou.

Otávio não quis explanar a opinião pessoal dele em relação à gestão, mas pontuou que a insatisfação do partido com a atual administração é visível e pode levar a uma independência do trio. “Além de vereadores somos campo-grandenses também. A gente percebe a situação e a falta de medida para conter esta crise vem nos incomodando bastante. Se não tiver postura sólida em amenizar esta crise, pode ser sim o caminho”, declarou.

O vereador entende que só uma postura mais enérgica do prefeito poderia fazer a maioria dos vereadores insatisfeitos conterem o desejo de se tornar independente. Entre as atitudes esperadas estão a redução de comissionados e até de secretarias, que na gestão de Nelsinho Trad (PMDB) eram 11 e hoje chega a 15.

“Não pode ficar só no discurso de que a culpa é da gestão anterior ou da crise nacional. Se não tomar atitude efetiva, infelizmente o Executivo vai perdendo força e apoio. As pessoas não vão mais acreditando na retomada da cidade como era antes. Vai perder o acreditar”, concluiu.

Saiba Mais