Voto sobre ‘blindagem’ de Puccinelli contra processo no STJ será lido em sessão extra

O relator, deputado estadual Márcio Monteiro (PSDB), deve apresentar seu voto na CCJR (Comissão de Constituição, Justiça e Redação) em sessão extraordinária sobre pedido do STJ (Superior Tribunal de Justiça) para processar o governador André Puccinelli (PMDB) numa ação do ex-prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP). A sessão extraordinária deve ser realizada na próxima quar...
| 22/08/2014
- 15:00
Voto sobre ‘blindagem’ de Puccinelli contra processo no STJ será lido em sessão extra

O relator, deputado estadual Márcio Monteiro (PSDB), deve apresentar seu voto na CCJR (Comissão de Constituição, Justiça e Redação) em sessão extraordinária sobre pedido do STJ (Superior Tribunal de Justiça) para processar o governador (PMDB) numa ação do ex-prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP).

A sessão extraordinária deve ser realizada na próxima quarta (27) ou quinta-feira (28) após a sessão ordinária da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, segundo o presidente da CCJR, deputado estadual Marquinhos Trad (PMDB). A reunião da comissão é realizada às terças, mas no dia 26 é feriado do aniversário de Campo Grande.

Monteiro disse que ainda não tem seu voto formado, mas vai aproveitar o feriado para concluir. “Vou aproveitar estes dias para ajustar. Vou para o interior, mas no início da semana estarei de volta”, afirmou o tucano. A distribuição do processo foi no dia 5 de agosto.

O voto da CCJR é em relação apenas à constitucionalidade do pedido. Se aprovado, volta para o plenário e aguarda a Mesa Diretora colocar em votação. O pedido chegou á Casa no início do retorno das atividades legislativas deste semestre.

Processo

Bernal processou o governador depois de ser chamado de ladrão em um evento no município de Dourados no dia 28 de março deste ano. O governador disse que o ex-prefeito tinha sido cassado, no dia 12 de março, porque era ladrão.
CCJR

Marquinhos garantiu a realização da sessão extraordinária para distribuir o projeto das novas regras para instalação de antenas e estações de rádio base no Estado, com o objetivo de destravar a liberação de licenças e garantir sinal em Mato Grosso do Sul e conseguir dobrar o número de torres, e acabar com as quedas constantes durante as ligações.

Veja também

Últimas notícias