O clima esquentou na sessão da Câmara Municipal de Campo Grande nesta manhã de quinta-feira (15). Vereadores se xingam com palavras de baixo calão e desafiam colegas para ‘resolver lá fora’.

Os vereadores Chiquinho Telles (PSD) e Paulo Pedra (PDT) protagonizaram momentos de baixaria na sessão da manhã desta quinta-feira (15), na Câmara Municipal de Campo Grande. Ambos envolverem-se em uma discussão com direito a gritos, trocas de ofensas, palavrões e chamada para a briga propriamente dita.

A confusão começou quando Telles usou o microfone para dizer que “tem pré-candidatos a governador que deveriam dar explicações sobre envolvimento em escândalos”. Pedra não perdeu tempo e remendou: “e tem vereador que tem dono”.

A partir daí, o tom da conversa subia a cada troca de frases. Ambos se chamaram de “babaca” e usaram termos de baixo calão.

“Vai gritar com a sua mãe”, esbravejou Pedra ao colega em determinado momento. “Vamos resolver isso lá fora”, desafiou Telles.

Logo que os ânimos se acalmaram, Pedra reclamou da atitude de Telles. “Ele tem que aprender a ser vereador com o Coringa (colega de bancada, também do PSD), que é mais centrado. Se eu falar o que eu quero, vou ouvir o que não quero, o embate político é esse”, resumiu o pedetista.