Dois adolescentes e quatro adultos foram identificados pela PRF (Polícia Rodoviária Federal), quando tentariam interditar a BR-163 em Coxim, a 253 quilômetros de Campo Grande.

Conforme a PRF, o grupo seguia para a rodovia com aproximadamente 20 pneus, além de galões de combustível. Assim, foi identificado que eles queimariam o material para interditar a estrada.

O grupo foi entrevistado pela PRF e assumiu a tentativa de crime. Além disso, os veículos estavam sem as placas de identificação e foram apreendidos.

Não houve prisão em flagrante por serem atos preparatórios. Porém, o fato será informado à Justiça Federal, para compor processo que cuida de interdições em período pós eleitoral.

Rodovias liberadas

A rodovia BR-163 em Mato Grosso do Sul, que foi interditada nesse domingo (8) em manifestações após a invasão ao Congresso Nacional, Palácio do Planalto e STF (Supremo Tribunal Federal), no Distrito Federal, foi liberada pela PRF ainda nesta madrugada de segunda-feira (9).

Segundo a PRF, a rodovia foi liberada por volta da 1h55 da madrugada, não havendo mais interdições nas rodovias de Mato Grosso do Sul. Ainda segundo a polícia, houve um congestionamento de 2 quilômetros de cada lado.

O policiamento foi reforçado em todo o Estado para acompanhar possíveis manifestações e tentativas de bloqueios.  Viaturas da PRF e da Polícia Militar estão às margens de vários pontos de rodovias do Estado para prevenir possíveis atos de bloqueios.

Na noite de domingo (8), cerca de 100 manifestantes faziam o bloqueio da rodovia usando pneus queimados para o bloqueio. A PRF precisou acionar equipes de reforços e equipes da concessionária CCR-MSVia para apagar o fogo.

Manifestantes no Congresso

Manifestantes apoiadores do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), que iniciaram protestos em Brasília (DF), invadiram o Congresso Nacional e o Palácio do Planalto.

Do mesmo modo, outro grupo, usando cores da bandeira, ocuparam o Palácio do Planalto, sede do Poder Executivo. Os prédios foram depredados.