Identificado como Rafael Cabral do Nascimento, de 29 anos, assaltante morto em confronto com policiais militares na noite de sábado (4) em Dourados, a 225 quilômetros de , tinha várias passagens.

Ao menos 23 registros por furto e roubo constam na ficha criminal de Rafael. Ele também respondia por tráfico de drogas, tentativa de homicídio, lesão corporal, desacato, violência doméstica, dano e porte de droga para consumo pessoal.

O autor do assalto estava do sistema semiaberto desde setembro de 2022 e com um mandado de prisão em aberto, segundo o site Ligado na Notícia.

Rafael e o comparsa, que ainda não foi identificado pela polícia, foram mortos em uma troca de tiro com policiais do (Departamento de Operações de Fronteira). Eles tentavam fugir após rederam duas mulheres e levarem um carro, dinheiro, joias e os celulares das vítimas.

 A estava armada e atirou contra os policiais, que revidaram.

Saiba Mais