Polícia Civil investiga caso de estupro de vulnerável contra uma menina de 7 anos, crime ocorrido na virada do ano, em 31 de dezembro de 2022. A criança desapareceu e só foi vista no dia seguinte, com sinais de abuso e de agressão.

A menina teria ido com os pais até Douradina, onde a família passaria a virada do ano. No entanto, em determinado momento a criança foi deixada sozinha no banco de trás do carro, que estava estacionado.

Isso, porque o pai teria saído para procurar uma pessoa e, como demorou, a mãe deixou a criança e foi atrás do marido. Porém, quando o casal voltou já não encontrou mais a menina.

Ainda conforme o site Dourados News, a família buscou a criança pela cidade, mas não a encontrou. Só no dia 1º de janeiro a menina apareceu pedindo socorro a populares.

Também consta nas informações da polícia que a menina estava nua, bastante machucada e com ferimentos no rosto. Ainda foram identificadas marcas de sangue na vítima.

Assim, os populares acolheram a criança e acionaram a Polícia Militar. Com exames médicos foi confirmado o estupro de vulnerável, bem como agressões a socos e pancadas.

A vítima foi internada e a polícia investiga o crime. O delegado Eliel Raimundo Alves pediu para a população que denuncie informações que possam levar até o autor.