Uma equipe composta por dois pilotos, um mecânico e dois operadores aerotáticos da CGPA (Coordenadoria Geral de Policiamento Aéreo) de Mato Grosso do Sul decolou de Campo Grande, em um helicóptero H125 (Esquilo), rumo à Manaus (AM), na manhã desta segunda-feira (2), para ajudar a combater um incêndio que atinge a região. Serão três dias de viagem, onde os militares farão pousos de reabastecimentos em Rondonópolis (MT), Tangará da Serra (MT), Vilhena (RO), Cacoal (RO) e Porto Velho (RO). 

Os abastecimentos da aeronave ocorrerão em pontos isolados em meio à Selva, onde não há estrutura e será feito com o apoio terrestre de caminhões de abastecimento. O Comandante da CGPA, (Cel PM) Coronel da Polícia Militar, Rosalino Gimenez Filho afirmou que a equipe enviada ao estado amazonense é capacitada para combater o fogo. 

“Temos consciência dos riscos que envolvem uma operação desse porte, mas temos efetivo capacitado e equipamentos que conseguirão cumprir a missão com eficiência e segurança”, afirmou o Comandante.

(Divulgação)

A aquisição de aeronaves com alta tecnologia e capacidade para atuar nesse tipo de ocorrência foi o que motivou a solicitação do estado do Amazonas a MS. Os militares enviados para a missão possuem mais de 20 anos de experiência de atividade aérea, sendo que todos já atuaram naquela região amazônica. 

O helicóptero enviado é um H125 (Esquilo) com capacidade para seis tripulantes e autonomia de 2 horas e meia. O Esquilo está equipado com cesto para lançamento de água (Bambi Bucket) que será utilizado nos combates aos incêndios e materiais específicos para operações dessa natureza. 

Após os três dias de viagem, a equipe iniciará a missão na região da Selva, onde auxiliará no combate ao fogo. Os militares devem permanecer na Amazônia até que o incêndio esteja controlado.