Uma jovem de 20 anos procurou a (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher), na noite desta segunda-feira (23), em , depois de ter as partes íntimas gravadas dentro de que faz a linha 061, por um desconhecido.

Segundo a jovem, ela estava dentro do ônibus por volta das 22 horas junto de uma amiga ficando de pé, quando o autor se aproximou ficando frente a frente da jovem. Em seguida, a vítima se sentou em um banco e o autor ficou próximo dela. 

Quando a jovem se levantou para descer do ônibus, percebeu algo entre as pernas e ao se virar viu o homem com o celular entre as suas pernas, gravando suas partes íntimas. O homem ainda estava com o órgão genital para fora das calças. 

Ao descer no Terminal Guaicurus, a jovem chegou a questionar o autor que desconversou indo embora. O caso foi registrado como importunação sexual.

Como denunciar

O crime de importunação sexual, definido pela Lei nº 13.718/18, é caracterizado por qualquer ato libidinoso na presença de alguém de forma não consensual, com o objetivo de “satisfazer a própria lascívia ou a de terceiro”.

A importunação sexual é considerada crime comum, que pode ser praticado por qualquer pessoa, seja do mesmo gênero ou não. O infrator pode ser punido com prisão de um a cinco anos.

Quem presenciar ou for vítima de importunação sexual pode denunciar pelo Ligue 180 – Central de Atendimento à Mulher, chamar a Guarda Municipal da sua cidade ou a Polícia Militar, pelo número 190.

Saiba Mais