Nesta quinta-feira (5), mãe e filho foram indiciados pelo furto de mais de R$ 30 mil de uma idosa de 71 anos, moradora em Campo Grande. A mulher é inquilina da vítima e movimentou o valor com ajuda de comparsas.

Conforme a Polícia Civil, a investigação foi feita pela 5ª Delegacia. A idosa registrou denúncia em 2020, relatando que mais de R$ 30 mil foram movimentados da conta bancária, com compras em vários comércios.

Apesar de desconfiar da inquilina, ela não tinha provas suficientes. Então, várias diligências foram feitas, com rastreamento dos gastos. Com isso, a autora dos crimes foi descoberta.

Foi identificado que ela usava um salão de beleza para sacar dinheiro da conta da vítima, após obter acesso aos dados bancários dela e furtar um cartão. Além da mulher, o filho também foi indiciado por receptação.

Uma testemunha do caso chegou a ser coagida e ameaçada pela suspeita. Assim, a inquilina foi indiciada no crime de furto qualificado pelo abuso de confiança, bem como no de coação no curso do processo

Já o filho foi indiciado no crime de receptação, com pena máxima de 4 anos, tendo em vista que se utilizou do cartão sabendo ser produto de crime.