A adolescente, de 17 anos, ferida no rosto com um tiro na madrugada do último domingo (5) em Três Lagoas, a 323 quilômetros de Campo Grande, será ouvida na sexta-feira (10), segundo informou o delegado Orlando Vicente Abati, da 2ª DP.

Conforme explicou o delegado, um subtenente da é suspeito de ter feito o disparo. “Após o depoimento da adolescente e ela confirmando que ele foi, ele será intimado e deverá apresentar a arma”, explicou.

Segundo a polícia, no local ocorria um ‘rolezinho’ no bairro Jardim dos Ypês 5, onde havia muito barulho, gente empinando moto e acelerando, quando o suspeito chegou, tentou uma abordagem, porém já atirando para o alto e depois para o chão. 

Ainda não ficou claro, e a polícia investiga, se a garota foi atingida pelo tiro ou pelos estilhaços. Ela foi socorrida e permanece internada em Campo Grande.

A reportagem entrou em contato com a Polícia Militar, que afirmou estar averiguando o caso.

Rolezinho

Segundo o boletim de ocorrência, havia várias pessoas no local empinando motos e fazendo manobras quando passou um veículo VW Gol de cor branca com um homem que parou o carro, desceu e efetuou disparos de arma de fogo no chão, sendo que um dos tiros ‘chicoteou’ e atingiu o capacete da adolescente, que era passageira de uma .

O piloto da moto levou a jovem para o . O tiro transfixou o capacete e atingiu o maxilar da menina. Segundo o médico, a jovem quebrou o maxilar e alguns dentes e por isso foi transferida para Campo Grande com o projétil alojado.

A caminho do hospital, outros motociclistas avistaram o carro que poderia ser do autor em um posto de combustível e informaram para a polícia.

O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário), como disparo de arma de fogo em via pública, tentativa de homicídio e lesão corporal.

Saiba Mais