“Foram minutos de terror”, relata a prestadora de serviços gerais de 46 anos, vítima de assalto no Jardim Tijuca no início da manhã desta quinta-feira (2). Acompanhada do filho, ela foi abordada por dois homens em uma motocicleta e ameaçada de morte.

Segundo a vítima, ela seguia para o ponto de ônibus com o filho, que iria para o colégio enquanto a mãe iria para o trabalho. Eles viram o motoqueiro entrar na contramão e abordar uma jovem. “Quando vi, saímos correndo. Virei na Avenida Conde de Boa Vista, mas não tinha onde entrar”.

Os bandidos que estavam na moto foram em direção à mulher e o filho e anunciaram o assalto. “É um assalto, passa o celular senão vou dar um tiro na cabeça de vocês”, teria gritado o assaltante, segundo relato da vítima. A mulher começou a gritar e o filho acabou entregando o celular.

Quando os suspeitos foram para cima da mulher, o filho gritou dizendo que ela não tinha celular, só ele. Os bandidos fugiram em seguida. “Foram minutos de terror, estou até agora tremendo”, contou a vítima. Segundo ela, esta é a segunda vez que sofre assalto naquela mesma avenida.

Moradores da região relataram ao Midiamax que há grande número de assaltos, sempre cometidos por dois homens em uma motocicleta.