Tapa na cara dá início a rixa e homem é morto a tiros em conveniência em Campo Grande

Homem tentou correr mas foi atingido por tiros nas costas
| 15/07/2022
- 05:59
Tapa na cara dá início a rixa e homem é morto a tiros em conveniência em Campo Grande
Rua onde aconteceu assassinato Foto: Reprodução/Jornal Midiamax

Um tapa no rosto acabou em assassinato, na madrugada desta sexta-feira (15), no Bairro Parque do Lageado, em Campo Grande. Edijalma Hércules dos Santos, de 32 anos, foi morto com tiros nas costas. 

O crime aconteceu depois da meia-noite quando o atirador estava na conveniência, na Rua Maria Del Horno Samper, e Edijalme chegou ao local sendo que Walter Eduardo Ferreira, de 21 anos, preso em flagrante se levantou e passou a atirar na direção da vítima, assim que ela se virou de costas. 

Edijalma ainda tentou correr em direção à sua casa que fica perto da conveniência, caiu e sua gritou por socorro. A dona de um trailer de lanches que fica na mesma rua presenciou todo o crime e tentou ajudar a vítima. O homem foi colocado dentro de um e levado para atendimento médico.

O Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foi acionado e fez o atendimento do homem no meio do percurso. Os socorristas tentaram fazer a reanimação de Edijalma, mas ele não resistiu e morreu antes de ser levado para o hospital. O tiro acertou as costas e transfixou no peito. Testemunhas contaram que Walter descarregou o revólver em cima da vítima.

Testemunhas contaram aos policiais onde Walter, conhecido como ‘Du’, morava. Ele vive em um barraco na ‘Favela dos Anjos’. Os policiais foram até o local e ao encontrarem o barraco flagraram o autor conversando com sua mãe sobre o crime, e que não tinha certeza se havia matado Edijalma.  

Os policiais fizeram um cerco e deram voz de prisão a Walter, que ainda questionou se Edijalma havia morrido. Quando foi confirmado para ele sobre a morte, ‘Du’ teria dito que ainda bem, “tá feito, não vai mais bater na cara de homem”. O autor contou que na última semana teve um desentendimento com a vítima que deu um soco no rosto dele.

Já a caminho da delegacia, ele tentou voltar atrás dizendo que seu irmão menor de idade que havia cometido o crime.

Veja também

Um dos condutores foi encaminhado para o hospital com traumatismo Craniano Encefálico

Últimas notícias