O homem preso pela morte da idosa de 64 anos, Ivonete Brandão, em novembro de 2021, no Bairro Moreninhas, em , foi condenado a 21 anos e 6 meses de . A idosa foi espancada com chutes durante o roubo de R$ 400.

O homem acabou preso por policiais da Derf (Delegacia Especializada de Roubos e Furtos) 17 dias depois do crime. A condenação de 21 anos e 6 meses de reclusão foi publicada no dia 22 de julho deste ano. Na época de sua prisão, ele foi encontrado no Bairro Nhanhá, onde estava se escondendo. 

O roubo

O crime aconteceu por volta das 22 horas do dia 8 de novembro, quando o criminoso invadiu a casa exigindo que a vítima entregasse R$ 400 que havia recebido de um aluguel. Ivonete foi agredida a chutes no peito e socorrida por uma vizinha, que a levou para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) das Moreninhas. Ela chegou à unidade de saúde com vida, mas acabou morrendo por volta das 7h30 da manhã do dia 9 de novembro.

Relatos de moradores

Moradores do bairro contaram, à época dos fatos, que a idosa era bastante reservada e mal recebia dos familiares. Ela caminhava todos os dias com uma amiga pela manhã e os vizinhos a viam sempre varrendo a calçada, mas não puxava assunto, apenas dava bom dia.

Os moradores relataram ainda que o inquilino da idosa mora sozinho e está há três anos no local. Já o outro rapaz, que também foi levado para delegacia, mora na esquina e sempre está sozinho. A terceira testemunha não aparecia no bairro há alguns dias, conforme os vizinhos.

No relato dos moradores, eles souberam pelos familiares de Ivonete que ela foi trancada no banheiro, mas conseguiu pegar o celular e pedir ajuda, sendo levada para a UPA.