Padrasto preso por enforcar adolescente de 13 anos é solto e deve manter distância da vítima

Ele deve ficar ao menos a 300 metros do menino
| 12/07/2022
- 12:59
Padrasto preso por enforcar adolescente de 13 anos é solto e deve manter distância da vítima
Imagem ilustrativa - Foto: Arquivo/Henrique Arakaki

Passou por audiência de custódia nesta terça-feira (12) o homem de 32 anos, acusado de lesão corporal contra o enteado de 13 anos, após ser flagrado o agredindo. O adolescente foi enforcado pelo padrasto, que acabou contido por vizinhos e preso.

Conforme decisão do plantonista Luiz Felipe Medeiros Vieira, foi garantida liberdade provisória ao padrasto, devendo cumprir medidas cautelares. Ele não pode manter contato com o enteado e deve ficar a pelo menos 300 metros de distância da vítima. Caso descumpra, pode ser preso preventivamente.

O homem foi preso na madrugada de segunda-feira (11). Segundo a Polícia Militar, equipe foi acionada para ir até o endereço e encontrou várias pessoas na frente da casa. As testemunhas relataram que o era contido dentro da residência, por um vizinho.

A esposa do acusado contou que é casada com ele há 12 anos e que o marido trabalha em outra cidade, vindo para Campo Grande a cada 15 dias. Ele teria chegado no sábado (9) e no domingo de manhã começou a beber.

Já por volta das 23 horas, teve uma discussão com o enteado, quando o jogou no chão e o enforcou. A mulher começou a gritar por socorro e foi ajudada pelos vizinhos. O menino relatou aos policiais que já tinha sido agredido outras vezes naquele dia.

Ele ainda disse que é xingado pelo padrasto e constantemente chamado de ‘viadinho’ e ‘boiola’. O caso foi registrado como lesão corporal qualificada, na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro.

Veja também

Últimas notícias