Nesta quinta-feira (22), operação da cumpre mandados em e outros quatro estados. A ação de combate ao tráfico de drogas ainda bloqueou R$ 5 milhões das contas dos investigados.

Conforme a Polícia Federal, a operação é realizada em conjunto com a Polícia Civil do Piauí, denominada Operação Rota 135. São cumpridos mandados em São Paulo, Piauí, Mato Grosso do Sul, Bahia e Pernambuco.

Ainda de acordo com a PF, a investigação começou no início de 2022, para desarticular o grupo criminoso especializado no tráfico interestadual de drogas e lavagem de dinheiro. A suspeita é de que a droga passava pela região sudeste e tinha como destino final o Piauí.

Durante as investigações, foi identificado um grupo logístico responsável pelo transporte e armazenamento da droga. Assim, houve a de duas cargas ilícitas de maconha, totalizando mais de uma tonelada do entorpecente.

Além disso, as investigações avançaram também para a estrutura de lavagem de dinheiro da associação criminosa. Nesta fase, foram identificadas pessoas físicas e jurídicas utilizadas para movimentarem os valores ilícitos, além de ocultar e dissimular o patrimônio obtido com o tráfico de drogas.

Então, foi deferido o bloqueio judicial de R$ 5 milhões e o sequestro de bens móveis e imóveis dos investigados. Os presos serão encaminhados para as sedes da Polícia Federal nos respectivos estados de cumprimento.

Eles responderão pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico e lavagem de capitais, dentre outros em apuração. O nome da operação, “Rota 135”, é uma alusão à principal rodovia federal usada pelos investigados para transporte da droga até o Piauí.