Motorista diz que procurava óculos de sol quando provocou acidente que matou professora

Ele fugiu do local e se apresentou à polícia dois dias depois
| 30/05/2022
- 16:00
Motorista diz que procurava óculos de sol quando provocou acidente que matou professora
Professora morreu no local do acidente - Foto: Jornal da Nova

Nesta segunda-feira (30), homem de 29 anos acusado de provocar o acidente que vitimou a professora Natáli Graciane Pereira de Lima, de 31 anos, se apresentou à polícia. O caso aconteceu no último sábado (28), em Nova Andradina, a 297 quilômetros de Campo Grande.

O motorista disse que foi até um evento procurar uma pessoa e ficou neste local, mas nega que tenha ingerido bebida alcoólica. Quando foi embora, na Rodovia MS-134, teria visto os raios de sol e decidiu procurar o óculos escuros.

Foi então que perdeu o controle da direção e invadiu a pista contrária, atingindo a motocicleta de Natáli. Ainda segundo relato do motorista para o Jornal da Nova, ele fugiu por medo, já que pessoas se aglomeravam no local. Ele ainda disse que não lembra quem deu a carona.

Conforme o delegado titular da Delegacia de Polícia Civil de Nova Andradina, Luiz Quirino, Geovane foi indiciado por homicídio culposo na direção de veículo qualificado por omissão de socorro e do local.

O acidente

Acidente vitimou professora
Foto: Jornal da Nova

A conduzia uma moto Honda XR pela rodovia MS-134, sentido ao distrito de Nova Casa Verde, quando foi atingida por um veículo Escort. Com a colisão, a professora foi arremessada por cerca de 14 metros e morreu no local.

Equipes do Corpo de Bombeiros Militar foram acionadas, mas quando chegaram a vítima já estava sem vida. O condutor do carro, identificado, acabou fugindo.

Veja também

Ele também responderá por crime ambiental de maus-tratos a animais

Últimas notícias