Médico é ouvido após morte de menina que teve cabelo sugado por ralo de piscina

Polícia aguarda laudos e investiga o caso
| 15/02/2022
- 22:24
Mariana morreu no último sábado
Mariana morreu no último sábado - (Divulgação)

Nesta terça-feira (15), o médico que atendeu Mariana dos Anjos Faria, de 9 anos, foi ouvido pela polícia de Dois Irmãos do Buriti, a 117 quilômetros de Campo Grande. A menina morreu após ter o cabelo sugado pelo ralo de uma piscina, em um espaço de onde estava com a família.

Conforme a delegada Karen Viana, foi feita perícia no local na segunda-feira (14) e, nesta terça-feira, os responsáveis pelo espaço e também o médico que atendeu a criança foram ouvidos. Ainda nesta semana, os pais de Mariana devem prestar esclarecimentos.

A polícia aguarda os resultados dos laudos do Imol (Instituto de Medicina e Odontologia Legal) e também o laudo da vistoria no local. Só assim será definido se haverá responsabilização penal dos responsáveis pelo espaço.

Relembre o caso

Mariana estava com a família no último sábado (12) e participava de uma festa no espaço, que foi alugado para o evento. Ela estava dentro da piscina quando teve os cabelos sugados pelo ralo, por conta do motor. Quando os familiares perceberam, ela já estaria inconsciente.

A criança foi socorrida, mas não resistiu. A princípio a causa da morte é tratada como afogamento, mas é aguardado o laudo necroscópico.

Veja também

Um homem foi baleado na noite desta sexta-feira (01) na Rua Bento de Souza, na...

Últimas notícias