Madeireira é lacrada após denúncias de carga ilegal em Campo Grande

Multa aplicada pode chegar a R$ 150 mil
| 18/05/2022
- 12:02
Madeireira é lacrada após denúncias de carga ilegal em Campo Grande
(Divulgação)

Uma madeireira no Bairro Nova Lima, em Campo Grande, acabou lacrada no fim da manhã desta quarta-feira (18), após estar com madeira ilegal. Equipes da Decat (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes Ambientais e de Atendimento ao Turista) e da PMA (Polícia Militar Ambiental) foram ao local. 

Informações passadas pelo delegado da , Maércio Alves, são de que a madeireira era investigada pela 7ª Delegacia de Polícia Civil, que pediu apoio da especializada para cumprir mandado no local. No estabelecimento, foram encontrados mais de 500 metros cúbicos de madeira que não tinha comprovação de origem. Não havia nada registrado no sistema do Ibama

Ainda segundo Maércio, a madeireira estava com sua movimentação bloqueada desde 2015. Suspeitas são de que a empresa comprava madeira furtada para a venda. Dois funcionários do local, entre eles, a filha do proprietário, foram levados para a delegacia para serem ouvidos como testemunhas. 

O estabelecimento foi notificado e foi aplicada que pode chegar a R$ 150 mil. 

Veja também

Amigo de Murilo, morto a tiros, correu sendo perseguido pelo autor

Últimas notícias