Faccionado que vivia na fronteira se passando por outra pessoa é preso em operação da PF

Ele fingia ser uma outra pessoa e acabou detido
| 14/06/2022
- 09:26
Faccionado que vivia na fronteira se passando por outra pessoa é preso em operação da PF
Operação foi deflagrada nesta terça - Divulgação/PF

Nesta terça-feira (14), integrante de facção criminosa que estava foragido da Justiça de Santa Catarina foi preso em Ponta Porã, a 346 quilômetros de Campo Grande, na região de fronteira. Ele foi detido na Operação Doppelgänger, que cumpriu mandados em Penha (SC) e Balneário Piçarras (SC).

Cartões e arma foram apreendidos na operação
Material apreendido - Divulgação/PF

De acordo com a Polícia Federal, investigações dos agentes de Ponta Porã, por meio do Grupo Especial de Investigações Sensíveis e Facções Criminosas identificaram e localizaram o suspeito. Assim, também foi coordenada a deflagração da operação na região de Itajaí (SC).

Ao todo, foram cumpridos 5 mandados de busca e apreensão naquele estado, com apoio da Polícia Militar. Foram apreendidos celulares, veículos, de luxo, cartões de banco, documentos falsos, de fogo e munições.

O preso foi encaminhado para Santa Catarina.

Nome da operação

A palavra “doppelgänger” vem do alemão “sósia” que significa dublê. “Gänger”, por sua vez, significa andarilho. O termo é usado para se referir a pessoas que parecem exatamente iguais, pelo menos em aparência física.

O nome foi dado à operação, já que o principal alvo se passava por outra pessoa, usando documentos falsos e vivendo como se fosse um “doppelgänger”.

Veja também

Vítima foi encontrada em estrada vicinal da Reserva Indígena

Últimas notícias