Antes de cometer homicídio, homem pediu para o filho da vítima sair de casa

Assassino confesso, Erison Castilho Santana disse que estava sofrendo ameaças
| 07/02/2022
- 12:07
Homem foi preso em Dourados pela equipe do SIG
Homem foi preso em Dourados pela equipe do SIG - Sidnei Lemos

Uma ação conjunta do SIG (Setor de Investigações Gerais) e da Polícia Militar, prendeu neste domingo (6), em Dourados, Erison Castilho Santana, de 33 anos, que confessou ter matado Edivaner Moura Barbosa, com uma facada no pescoço, no sábado (5), no distrito de Culturama, em Fátima do Sul.

Conforme o apurado pela Polícia Civil, o crime aconteceu de forma brutal. Erison disse que foi até a casa da vítima que estava com o filho, de sete anos. Ele então pediu para que a criança deixasse o local e, em seguida, assassinou o homem. O autor alegou que estava sendo ameaçado por Edivaner, por isso o assassinou.

Erison foi preso neste domingo (6), na rua José de Alencar, no Jardim Maxuel, num conjunto de quitinetes, embaixo da cama. Com ele, os policiais também encontraram a faca utilizada no crime, inclusive, suja de sangue.

A caminhonete usada pelo homem foi encontrada no Jardim Europa, em Dourados. O delegado do SIG informou que contra Erison havia um mandado de prisão por estupro, que teria ocorrido em Sidrolândia. Agora, ele será levado para Fátima do Sul, onde será autuado em flagrante pelo crime de homicídio.

Veja também

Dessa vez, ele teria tentado estuprar esposa de conhecido

Últimas notícias