O vídeo foi feito por um menino que chega ao local de bicicleta, junto com um amigo. Eles filmam o avião, parte queimado, em meio a um matagal. Nas filmagens, não é possível ver vítimas na aeronave ou nas proximidades.

“Fomos informados da queda da aeronave, a princípio é um Seneca que está com o certificado de navegabilidade vencido, e nós estamos seguindo para lá para fazermos a perícia mais aprofundada e também entender as dinâmicas dos fatos ali”, relatou a delegada Ana Cláudia Medina, do Dracco (Departamento de Repressão à Corrupção e ao Crime Organizado).

Equipes policiais seguem no local nesta quinta-feira (9). O avião matrícula PT-RTP teria sido incendiado propositalmente após a queda ou pouso forçado. Há informação de que um corpo teria sido retirado da aeronave e arrastado, além da carga.

Fabricada em 1983, a aeronave pertence a uma mulher. Em situação a ser apurada, está impedida de voar, uma vez que seu certificado se encontra suspenso. Diante do que já foi levantando até o momento, a aeronave que deveria estar em São Paulo, acabou caindo na região de Aral Moreira, distante apenas 50 metros do Paraguai.