Sobe para 15 presos por transportar eleitores, boca de urna e embriaguez em eleição de cidade de MS

Durante todo o domingo (16) de eleições para escolha de prefeitos, vice-prefeitos e vereadores, Ribas do Rio Pardo foi uma das cidades com maior número de pessoas presas. Ao todo 15 foram presos por crimes eleitorais, que incluíram boca de urna, transporte irregular de eleitores até os locais de votação e consumo de bebida alcóolica. […]
| 16/11/2020
- 20:45
Sobe para 15 presos por transportar eleitores, boca de urna e embriaguez em eleição de cidade de MS
Todos foram conduzidos à Delegacia. (Foto: Reprodução/ Polícia Civil) - Todos foram conduzidos à Delegacia. (Foto: Reprodução/ Polícia Civil)

Durante todo o domingo (16) de eleições para escolha de prefeitos, vice-prefeitos e vereadores, Ribas do Rio Pardo foi uma das cidades com maior número de pessoas presas. Ao todo 15 foram presos por crimes eleitorais, que incluíram boca de urna, transporte irregular de eleitores até os locais de votação e consumo de bebida alcóolica.

As prisões foram feitas por policiais do SIG (Setor de Investigações Gerais) e Polícia Militar. A primeira foi ainda de madrugada, por volta das 1h30, quando duas pessoas, de 31 e 34 anos, se recusaram a saírem de uma conveniência, onde havia aglomeração.

A segunda ocorrência prendeu mais três, de 25, 36 e 43 anos, por volta das 9h, por desobediência à . Logo após, às 9h30, um candidato a vereador e mais duas foram presos após denúncia de boca de urna em frente a uma escola. Um idoso, de 72 anos que também foi preso por aceitar, confessou que recebeu R$ 150. O terceiro foi abordado e aceitou “santinho” do mesmo candidato.

Outros dois foram presos por desobediência eleitoral e boca de urna ao estarem consumindo bebida alcóolica e com santinhos de candidatos em seu bolso. Em seguida, um homem de 26 anos foi pego transportando eleitores até locais de votação e o veículo foi interceptado durante diligências policiais.

A sexta ocorrência foi um flagrante de policiais civis, por volta das 15h, ao verem um candidato entregando “santinhos” no portão da casa de um eleitor. Às 15h30, outro suspeito, de 60 anos foi preso ao transportar, bêbado, eleitores e ser denunciado anonimamente. Ele estava visivelmente embriagado, segundo as equipes policiais, e foi encontrada uma latinha de cerveja no interior do carro.

Há uma hora do término das votações, dois homens, de 36 e 51 anos, se negaram a entrar na viatura após receberem voz de por estarem bebendo junto a outros clientes, em um local aberto ao público. Eles foram autuados por resistência e desobediência eleitoral.

Veja também

Outra filha do casal estava na escola no momento do acidente

Últimas notícias