Mais um homem foi identificado como integrante de um grupo acusado de furtar cerca de R$ 50 mil em joias. Os furtos foram praticados no nos bairros Carandá e Giocondo Orsi, em Campo Grande. Os quatro suspeitos negam a autoria do crime.

Os criminosos foram presos pela 11ª Companhia Independente de Polícia Militar com apoio da Força Tática do 9° Batalhão da PM. Entre os quatro, um era menor de idade.

A abordagem aconteceu no Bairro Nova Lima, em um veículo VW Gol branco, ocasião em que foram encontradas trouxinhas de maconha e um saco com com algumas joias.

Com o apoio da Força Tática do 9° BPM, foram encontradas mais joias na residência de um dos envolvidos, totalizando 10 anéis, seis pulseiras, uma corrente com pingente, um pingente, nove pares de brinco, outras 15 peças soltas de joias e dois relógios.

Na residência do Carandá, estima-se que o valor roubado em joias tenha sido de R$ 25 mil e no Giocondo Orsi R$ 13 mil, totalizando pelo menos R$ 38 mil. Com o quarteto também foi encontrado R$ 800 em dinheiro. Três celulares foram apreendidos.

Os envolvidos e os objetos apreendidos foram levados para a Derf (Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos).