Mulher chama polícia por som alto de vizinho e acaba presa por dar vodka para neto

Uma confusão por som alto, no fim da tarde deste domingo (29), em Coxim, a 253 quilômetros de Campo Grande, acabou com uma mulher de 57 anos presa depois de fornecer vodka para o neto de 15 anos. Ela pagou fiança e foi solta. O flagrante aconteceu quando a mulher chamou a polícia por conta […]
| 30/03/2020
- 10:51
Mulher chama polícia por som alto de vizinho e acaba presa por dar vodka para neto
Pagou Fiança e foi liberada (PC de Souza, Edição de Notícias) - Pagou Fiança e foi liberada (PC de Souza, Edição de Notícias)

Uma confusão por som alto, no fim da tarde deste domingo (29), em Coxim, a 253 quilômetros de Campo Grande, acabou com uma mulher de 57 anos presa depois de fornecer vodka para o neto de 15 anos. Ela pagou fiança e foi solta.

O flagrante aconteceu quando a mulher chamou a polícia por conta do som alto de seu vizinho, quando os militares chegaram ao local flagraram o garoto na calçada bebendo vodka. Eles foram primeiro a casa do morador que estava com o som alto.

Após fazer as orientações e o vizinho abaixar o som, os policiais voltaram para a casa da denunciante questionando ao adolescente quem havia dado a ele vodka, momento em que respondeu que havia sido a sua avó. Ela confessou que havia dado a bebida ao neto para agradá-lo já que havia chegado recentemente de Campo Grande.

A mulher foi levada para a delegacia onde pagou a fiança de 1/3 de salário e foi liberada, segundo o site Edição de Notícias. O garoto estava apreendido na (Unidade Educacional de Internação) por ter assassinado o idoso de 60 anos, José Silva Filho, conhecido como ‘Zé Côco’.

Veja também

Veículo encontrado com mais 700 quilos de maconha no distrito de Itamarati tinha registro de furto

Últimas notícias