Operação de policiais da 5ª Delegacia de Polícia Civil de solucionou dois casos de e levou à prisão quatro autores dos crimes. Após investigações a polícia conseguiu identificar os autores, e representar pela prisão preventiva.

Um dos casos solucionados foi do vendedor de carros, Wesley Francisco de Lima, na época com 30 anos. Ele foi executado com cinco tiros, sendo que quatro atingiram o abdômen e um a perna. Wesley estava em frente à sua residência, no bairro Aero Rancho no dia 2 de agosto de 2017.

Segundo informações do delegado responsável pelo caso, Ricardo Meirelles, durante as investigações foi levantado que a vítima tinha um desentendimento com o autor conhecido como ‘Bin Laden', 32 anos, pela compra de um veículo Peugeout, sendo que Bin Laden teria ficado com uma dívida com a vítima a respeito da compra do veículo.

“Apuramos ainda que o autor teria repassado o veículo para outra pessoa que iria assumir a dívida com Wesley, diante do não pagamento a vítima acabou registrando um boletim de ocorrência pelo crime de apropriação indébita e o carro acabou apreendido”, explica.

Polícia identifica e prende quatro autores de homicídios em Campo Grande

Após Wesley ter registrado boletim de ocorrência, ‘Bin Laden' começou a ameaçá-lo de morte. Testemunhas disseram ainda que Bin Laden amedrontava a população do bairro, conforme informações do delegado. Ele foi indiciado por homicídio qualificado por motivo torpe e teve a prisão preventiva decretada no último dia 7.

Um jovem de 23 anos identificado como Nilson e outros dois de 22 anos que pilotava a moto e o outro que emprestou para que o autor cometesse o crime, tiveram suas prisões preventivas decretadas pela morte de Lucas Nery Valenzuela, na época com 24 anos. A vítima conversava com amigos na calçada quando foi atingido a tiros por Nilson. O crime ocorreu no Bairro Parque do Lageado, em Campo Grande.

Conforme Meirelles, a vítima estava conversando com amigos quando o autor que estava na garupa de uma moto Lander, pilotada por um dos jovens de 22 anos, passou e atirou duas vezes contra a vítima.

A motivação do crime seria pelo fato de que, a vítima havia feito comentários de que o autor, piloto e dono da moto usada no dia do crime, estavam usando a moto para cometer crimes na região e já tinham tido desavenças por conta dos comentários feitos pela vítima. “Apuramos que Nilson chegou a ameaçar e obrigar uma pessoa para que se apresentasse na delegacia assumindo a autoria do crime”.

Tanto autor, quanto o piloto e dono da moto usada no dia do crime foram autuados por homicídio. “A Polícia Civil tem se empenhado na solução desses casos de homicídio a fim de trazer sensação de justiça para familiares e população em geral”, finaliza.