Polícia promete revelar assassino de presidente de diretório do PMDB em MS

Delegado aguarda conclusão das investigações
| 01/04/2017
- 01:24
Polícia promete revelar assassino de presidente de diretório do PMDB em MS

Delegado aguarda conclusão das investigações

Após ouvir mais de 10 pessoas que tinham alguma ligação com Luiz Antônio Leite Fernandes, presidente do diretório do PMDB, executado a tiros de espingarda calibre 12, no início do mês, a Polícia Civil aguarda a conclusão das últimas diligência para indiciar o suspeito do crime, que ainda não teve o nome revelado. O corpo foi encontrado, no último dia 8, em uma estrada vicinal próximo a um canavial da cidade.

O delegado responsável pelas investigações, Ricardo Meirelles Bernadinelli, disse ao Jornal Midiamax que apesar da suspeita, a polícia espera a conclusão das investigações. "Com o fim de uma série de diligências, poderemos apontar a autoria e indiciar o autor, que até então é tratado como suspeito", disse.

A linha de investigação tomada pela polícia aponta que o autor do crime teria contraído uma dívida alta com Luiz Antônio e, por tal motivo teria cometido o crime.

O caso é tratado como homicídio qualificado por motivo torpe.

Crime

No dia em que o corpo de Luiz Antônio foi encontrado, uma testemunha ligou para a polícia, informando que havia uma pessoa caída na estrada vicinal ao lado de uma motocicleta. A princípio, a suspeita era de que fosse um acidente, até que os policiais chegaram ao local e identificaram o tiro no peito da vítima.

A arma usada tinha calibre 12 e o tiro deixou várias marcas no peito da vítima, mas até o momento foi constatado apenas um tiro. Ele estaria ainda em cima da motocicleta quando foi atingido pelo disparo, feito por uma pessoa que estaria dentro de um veículo, mas próxima de Luiz.

Veja também

Um motociclista ainda não identificado morreu em um acidente na Avenida Guaicurus em Dourados na...

Últimas notícias