Exército fiscaliza empresas de produção de explosivos em MS e MT

Ação pretende coibir venda ilegal
| 26/04/2017
- 20:09
Exército fiscaliza empresas de produção de explosivos em MS e MT

Ação pretende coibir venda ilegal

Operação do , deflagrada nesta semana, fiscaliza empresas responsáveis pela produção, armazenamento e transporte de insumos utilizados na produção de explosivos.

Em Mato Grosso do Sul e Mato Grosso são mobilizados 70 militares, divididos em 16 equipes, totalizando 300 profissionais em todo país.

A operação pretende “garantir a ordem pública” e “adequada sensação de segurança”, dois dias depois de bandidos explodirem empresa de valores na cidade paraguaia de Ciudad Del Este. 

Denominada Azoto II, a operação pretende coibir venda ilegal, desvio de substâncias e compostos químicos que possam ser empregados em ações criminosas. Seu nome, por exemplo, decorre de matéria prima utilizada na produção de explosivos e fertilizantes agrícolas. 

Fiscalizações ocorrem por meio de cooperação com outras forças de segurança federais e estaduais, orientando quem trabalha com produtos controlados sobre trato seguro e legalizado dos mesmos.

Atividades são monitoradas em tempo real pelo Centro de Operações de Produtos Controlados da Diretoria de Fiscalização de Produtos Controlados (COPCON/DFPC), em Brasília (DF).

Veja também

A droga estava escondida no porta-malas e assoalho do carro

Últimas notícias