Após cirurgia, mulher ferida em atentado está internada sem previsão de alta

Ela está consciente e estável
| 22/04/2017
- 04:13
Após cirurgia, mulher ferida em atentado está internada sem previsão de alta

Ela está consciente e estável

Após cirurgia no fêmur esquerdo, Rafaela Gonçalves, de 23 anos, que foi ferida durante a execução do marido na noite desta quinta-feira (20), está internada na Santa Casa de Campo Grande. O procedimento foi realizado na manhã desta sexta-feira (21). Rafaela está consciente e estável e recebe tratamentos. Ela segue internada sem previsão de alta. 

A mulher sofreu uma perfuração na coxa durante o atentado que aconteceu no anel viário da BR-262 entre as saídas de Sidrolândia e Aquidauana. A filha do casal, de 2 anos, que também foi ferida, já recebeu alta. Além de Rafaela e a filha, uma prima e a avó de a avó de Rafaela, de 13 e 82 anos, estavam no Fiat Palio no momento do atentado, porém não foram feridas. 

O atentado

O detento Marcílio de Souza Júnior, de 38 anos, foi executado na noite desta quinta-feira (20) no anel viário da BR-262 entre as saídas de Sidrolândia e Aquidauana em Campo Grande. Ele e outras 4 pessoas seguiam para o Centro Penal Agroindustrial da Gameleira, onde cumpria pena por roubo há três meses. Ele retornava ao Centro Penal após ter conseguido uma liberação para uma consulta médica.

O autor dos disparos , um motociclista, se aproximou. Marcílio tentou fugir retornando pela pista contrária, porém foi alcançado e executado a tiros. A porta do carro ficou com a perfuração de quatro tiros e o vidro quebrou por causa dos disparos. Marcílio morreu no local e Rafaela e a filha foram levadas para atendimento na Santa Casa. O autor fugiu após o crime.

De acordo com o delegado Hoffman Dávila, Marcílio foi atingido por ao menos sete tiros e, no local, foram encontradas várias cápsulas deflagradas e a polícia já tem a identificação de um suspeito do assassinato.

O caso pode estar relacionado ao tráfico de drogas ou rixa antiga. Ainda segundo familiares da vítima, Marcílio que deixa sete filhos teve um irmão que também foi assassinado. O caso foi registrado na Depac Piratininga.

Veja também

Últimas notícias