Foram furtados mercadorias e cartões de crédito

Uma empresária, de 31 anos, teve um prejuízo de R$ 180 mil depois que o administrador da empresa, de 47 anos, furtou a loja enquanto estava doente, na cidade de , cidade localizada a 420 quilômetros de Campo Grande.

Segundo informações, a proprietária da loja teria ficado doente, e por 15 dias não pôde trabalhar deixando a cargo do administrador cuidar do estabelecimento. Ao retornar as suas atividades encontrou a loja vazia e não conseguiu localizar o homem.

A vítima ainda informou que por diversas vezes tentou entrar em contato com o autor, mas sem sucesso. De acordo com a vítima, o autor é de origem estrangeira e teria furtado cartões de crédito, talões de cheque e mercadorias, que totalizam R$ 180 mil.

Além do , o autor ainda deixou dívidas em nome da empresa e da proprietária, já que os cheques assinados ficavam em posse do homem. O caso foi registrado como furto com abuso de confiança mediante fraude.

*Com informações Diário Corumbaense