Advogado o suspeito entrou em contato com a delegacia, mas desmarcou a apresentação 

A Polícia Civil já identificou o possível autor do atentado que resultou na morte de um adolescente de 16 anos, no dia 26 de abril, no Bairro Parque do Sol em Campo Grande. De acordo com o delegado João Belo Reis, da 5ª Delegacia, o mesmo suspeito pode estar envolvido em outras tentativas de na região.

Conforme o delegado, o advogado do rapaz chegou a entrar em contato com ele e se comprometeu a apresentar o cliente na sexta-feira (8), mas logo depois cancelou. “Agora vamos coletar as provas necessárias para comprovar que ele foi o autor do crime e aí vamos pedir a prisão preventiva dele”, explica Reis.

O motivo do homicídio ainda está sendo investigado, assim como a autoria do mesmo suspeito em outros casos parecidos. “No ano passado houve vários crimes na região e o autor pode estar ligado a ele”, afirma o delegado.

Caso

O adolescente, que não teve o nome divulgado como prevê o ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente), morreu após o carro em que estava, um Chevette, ser atingido a tiros.

Segundo testemunhas, o jovem e dois amigos transitavam pelo bairro quando uma motocicleta, ocupada por dois homens, teria emparelhado com o automóvel e disparado. O adolescente, que estava sozinho no banco traseiro, foi o único ferido. O colega, que estava na direção, chegou a levar o rapaz para o CRS (Centro Regional de Saúde) do Aero Rancho, mas quando chegou ao local ele já estava morto. 

Saiba Mais