Em 24 horas, polícia registra mais um crime em que família é feita refém

Desta vez, os criminosos agiram de forma violenta e espancaram a vítima na frente da família, sendo a mulher e duas crianças; O crime aconteceu no Jardim Presidente
| 21/05/2014
- 15:08
Em 24 horas, polícia registra mais um crime em que família é feita refém

Desta vez, os criminosos agiram de forma violenta e espancaram a vítima na frente da família, sendo a mulher e duas crianças; O crime aconteceu no Presidente

No período de 24 horas, a Polícia Civil registrou mais um crime de roubo, em , onde os criminosos invadiram outra residência. Desta vez, uma das vítimas de 44 anos, que teve o nome preservado, foi espancada e teve o nariz quebrado. Ele apanhou na frente da mulher de 24 anos e dos filhos de 4 e 8 anos. 

O caminhoneiro chegava a casa no Jardim Presidente, na noite desta terça-feira (20), por volta das 22 horas, quando foi rendido por dois homens armados com revólveres e encapuzados. Eles chegaram a bater na vítima, antes de ela entrar no imóvel. 
Já dentro da casa, eles renderam a família que estava assistindo televisão. Os criminosos pediam por dinheiro, pela chave do carro e do caminhão. Além disso, queriam que o caminhoneiro destravasse o alarme do veículo da empresa. 
A dupla bateu na vítima por diversas vezes e agiram de forma violenta a todo o momento. O caminhoneiro contou à polícia que, em um momento de descuido dos criminosos, ele se trancou em um cômodo com a família. 
Após uma hora e meia, eles perceberam que a vizinha chegava a casa e começaram a pedir por socorro pela janela. Ela ligou para o 190 do Ciops (Centro Integrado de Operações de Segurança). Militares estiveram no local e pediram o auxílio do Corpo de Bombeiros. 
O caminhoneiro foi levado para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Coronel Antonino, com diversas lesões pelo corpo e principalmente no rosto. Em seguida, ele foi levado para a Santa Casa, onde segue internado. 
Os criminosos levaram um envelope contendo R$ 4 mil e diversos cheques de diferentes valores. O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) da área central. 
CASO 
Entre a noite de segunda e madrugada de terça-feira, outra família foi mantida  refém por cinco horas. O objetivo dos criminosos era levar o veículo, uma Hilux, para o país vizinho. O caso está sendo investigado.

 

Veja também

Ação policial do DOF aconteceu na noite dessa segunda-feira

Últimas notícias