Zelensky: à medida que Rússia ataca, mundo mostrou estar ao nosso lado na ONU

Contou com 11 votos favoráveis
| 26/02/2022
- 03:24
Reprodução
Reprodução

O presidente da Ucrânia, Volodymir Zelensky, agradeceu nesta sexta-feira, 25, a votação que uma resolução no Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) condenando as ações da Rússia em seu país e exigindo a retirada de tropas obteve. A medida, proposta pelos em parceria com a Albânia, contou com 11 votos favoráveis, mas foi barrada pelo poder de veto russo, prerrogativa como membro permanente do Conselho. A oposição de Moscou foi a única.

"À medida que a Rússia continua a atacar Kiev, o projeto de resolução é co-patrocinado por um número sem precedentes de estados membros. Isso prova: o mundo está conosco, a verdade está conosco, a vitória será nossa", afirmou Zelensky em seu Twitter. O presidente apontou os países que votaram pela resolução, incluindo o Brasil, e disse que os membros tentaram parar a Rússia e seus ataques à Ucrânia e a carta da ONU. "O veto russo é uma mancha de sangue em sua placa no Conselho de Segurança, o mapa da Europa e do mundo. A coalizão anti-guerra deve agir imediatamente", escreveu.

Veja também

A organização afirma que três mil casos da varíola já foram registrados desde maio

Últimas notícias