Suspeito por usar os dados do ator Chay Suede para abrir uma conta bancária e cometer fraude, Alealdo Saraiva Silva, foi preso na tarde desta terça-feira (12), em uma agência bancária de Salvador.

O suspeito conseguiu a liberação de quase R$200 mil no cartão de crédito e R$25 mil no crédito especial, mas foi na hora de soletrar o nome do ator, que ele se enrolou. Isso porque, na verdade, o nome de batismo do artista é Roobertchay Domingues da Rocha Filho.

Conforme a SSP-BA (Secretaria de Segurança Pública da Bahia), Alealdo foi flagrado ao tentar desbloquear o acesso ao aplicativo do Banco Regional de Brasília (BRB) em nome de Chay Suede. O suspeito usava um documento falso com as informações do ator.

Segundo a delegada que acompanha o caso, logo que ele conseguiu os valores em crédito, o suspeito fez um PIX de quase R$1 mil para uma conta secundária, mas logo foi bloqueado pela instituição bancária.

Para tentar desbloquear, ele foi até o banco com o documento falso, mas o funcionário desconfiou da veracidade, e acionou as equipes da 35ª CIPM/Iguatemi (Companhia Independente de Polícia Militar).

Apesar de não ter antecedentes, as investigações apontam que o suspeito já praticou delitos semelhantes outras vezes. Ele foi autuado por estelionato e falsidade ideológica, e passará por audiência de custódia.