Pedido de Kevin Spacey para arquivar processo de abuso sexual é negado

Ele é acusado pelo também ator Anthony Rapp de ter tocado em suas partes íntimas, durante uma festa em 1986
| 07/06/2022
- 15:00
Kevin Spacey
Kevin Spacey (Foto: Reprodução)

Um juiz federal dos negou o pedido de Kevin Spacey para arquivar um processo de abuso sexual, de acordo com a agência de notícias Reuters. Spacey é acusado pelo também ator Anthony Rapp de ter tocado em suas “partes íntimas” em 1986, quando ele tinha apenas 14 anos.

O caso teria ocorrido na casa de Spacey, em Manhattan, Nova York, durante uma festa. O vencedor do por Beleza Americana, na época com 26 anos, teria abusado sexualmente de Rapp. Para o juiz Lewis Kaplan, há evidências suficientes para que o caso continue sendo avaliado.

A vítima, que passou a infância atuando e hoje pode ser vista na série Star Trek: Discovery, move uma ação contra Spacey em que pede indenizações compensatórias e punitivas devido a contato sexual indesejado e imposição intencional de danos emocionais. O juiz negou, no entanto, uma acusação de estupro, alegando que Rapp teria trazido o caso à Justiça tarde demais.

Spacey tem negado as acusações desde que elas vieram à tona, em outubro de 2017. O caso lhe custou a carreira em Hollywood, já que a série que protagonizava na época, House of Cards, decidiu cortar seu personagem da trama e outros projetos nos quais ele estava envolvido foram rápidos ao demiti-lo.

Ele também enfrenta acusações semelhantes feitas por outros três homens no Reino Unido. Os casos teriam acontecido entre 2005 e 2013.

Veja também

Mesmo testando negativo para covid, cantor continua com sintomas gripais

Últimas notícias