Marcos Mion testa positivo para covid-19

Marcos Mion usou as redes sociais para informar que testou positivo para covid-19
| 25/05/2022
- 11:11
Marcos Mion
Marcos Mion - Foto: Reprodução/Instagram

Na noite desta terça-feira, 24, usou as para informar que testou positivo para covid-19. O apresentador do Caldeirão publicou um vídeo de quase cinco minutos para dar detalhes da situação. "É, gente, chegou a minha vez. Testei positivo para covid. E olha, eu achava do fundo da minha alma que ia conseguir passar essa pandemia ileso. Fiz tanta coisa, desde A Fazenda, que foi no auge da pandemia, todos programas da Globo, viagens. Tanta coisa e eu consegui sair ileso", disse logo no início do vídeo.

O apresentador ainda diz que naquela época da Record, ele ficou bem preocupado com tudo porque ainda não tinha vacina e saia com borrifador para todos os lugares. "Quem me conhece, ninguém acredita que eu peguei, acham que eu seria o último. Eu realmente acreditava que ia chegar no fim disso tudo e ia ganhar uma medalha do Atila Iamarino [biólogo e divulgador científico] e ele ia falar: 'parabéns, você conseguiu ficar ileso'", disse, em tom de brincadeira.

Mion conta que sua mulher, Suzana Gullo, "morria de vergonha" por ele usar um borrifador de álcool quando saiam e que conseguiu um menor para essas ocasiões: "Pelo menos eu consegui um borrifador menor, que enfio no bolso e ele desaparece. Mas até pouco tempo atrás, eu ia nos restaurantes chiques, nas festas, com um borrifador grande, daquele de jardineiro".

Foi devido a esses cuidados e muitos outros, como a vacina, que Marcos Mion se disse surpreso ao receber o teste positivo para a doença. "Somos todos suscetíveis e não tem regra. Não adianta ficar pensando como, aonde, de quem, porque é impossível de saber".

"Eu tô bem. Minha voz tá assim, meio metálica, estou com um pouco de dor de garganta. Mas são só esses sintomas super leves. E agora é isso, vou me isolar, me cuidar, proteger os que estão perto de mim, minha família", disse.

O apresentador ainda explica que o teste foi algo de rotina da Globo, antes das gravações do programa e que assim que saiu o resultado, já cancelaram os trabalhos. "A gente acabou cancelando todas as gravações. Foi uma pena", lamentou, citando que tinha convidado para os próximos programas os cantores Juliette, Rionegro & Solimões e Mumuzinho, e o grupo É o Tchan.

Ele também informou que não será mais o responsável pela transmissão do show de aniversário de 50 anos de Ivete Sangalo, que acontece no dia 27 de maio, em Juazeiro, na Bahia. A cantora fará um show histórico e terá transmissão ao vivo exclusiva da TV Globo e Multishow para todo o Brasil.

"Infelizmente não vou poder apresentar a transmissão do especial da Ivete, 50 anos lá em Juazeiro. Uma pena. A gente estava recebendo tanto o carinho da galera de Juazeiro, que eu ia. Aniversário da Ivete, que coisa especial. E eu estar sendo colocado nesse lugar pela emissora, do cara dos festivais, dos shows. Vai ser uma pena não poder ir também. Daqui a pouco a gente vai saber quem vai no meu lugar nessa festa, na festa da Veveta", disse.

Por fim, ele reforçou sobre a importância da vacinação e citou a nova onda de covid-19 que está chegando aos hospitais. "Não acho que seja algo pra gente se alarmar, a vacina deixa tudo muito tranquilo, mas mostra que muita gente não se vacinou. É um tremendo erro. Quem não se vacinou, vacine-se. O que me dá paz e tranquilidade de saber que vou ficar isolado na minha casa são as três doses que tenho no braço".

Veja também

Na filmagem ainda é possível escutar leve euforia de quem estava próximo ao ouvir a cantora falar a frase contra o presidente brasileiro, Jair Bolsonaro

Últimas notícias