Filmes imperdíveis do subgênero “Quem Matou?” depois de ver Morte no Nilo

| 21/02/2022
- 19:00
Filmes imperdíveis do subgênero “Quem Matou?” depois de ver Morte no Nilo
Foto : Reprodução

Por mais que o nome possa não parecer reconhecível em primeiro instante, certamente todos já assistiram um filme do subgênero whodunit. Baseando-se em histórias de detetive, a expressão é literalmente uma abreviação de “Who Done It?”, onde questiona a uma longa fila de suspeitos quem teria cometido um crime - muitas vezes, um .

 

Aproveitando o lançamento de Morte no Nilo, que traz novamente o detetive dos livros de Agatha Christie para os cinemas, é uma ótima oportunidade para relembrar alguns exemplares imperdíveis do gênero nos cinemas que você confere com a SKY São Paulo com facilidade.

 

Confira abaixo:

 

Assassinato no Expresso do Oriente (2016)

 

Apesar de o detetive Hercule Poirot já ter tido incursões de destaque no cinema e na TV, seu maior sucesso veio de forma recente, com a ambiciosa adaptação de Kenneth Branagh em Assassinato no Expresso do Oriente. Recontando a história de Agatha Christie de forma fiel e deliciosa, o filme de Branagh se diverte com a personalidade forte do Poirot, assim como o multifacetado e estelar elenco coadjuvante. É um excelente filme de detetive, e que preserva a espetacular subversão do próprio whodunit em sua genial resolução final.

 

Entre Facas e Segredos (2019)

 

Seguindo bem de perto a trilha de Agatha Christie e do próprio Hercule Poirot, o versátil cineasta Rian Johnson oferece sua visão para o que seria um novo tipo de detetive whodunit. Entra agora o espalhafatoso detetive sulista vivido por Daniel Craig, que precisa desvendar o intrínseco mistério sobre quem teria matado um magnata excêntrico no dia de seu aniversário. A prosa de Johnson se diverte com a desprezível família protagonista, com um elenco de peso que aproveita os nomes de Jamie Lee Curtis, Chris Evans, Michael Shannon e tantos outros - onde a carismática Ana de Armas se mostra como o grande destaque, assim como a bem bolada reviravolta.

 

Millennium - Os Homens que Não Amavam as Mulheres (2011)

 

As definições de “caso frio”, que se refere a investigações sem resolução fechadas há anos atrás, são atualizadas com essa fantástica obra-prima de David Fincher. Servindo como nova adaptação da trilogia de sucesso do sueco Stieg Larsson, Os Homens que Não Amavam as Mulheres narra a parceria inusitada entre o jornalista veterano de Daniel Craig (olha ele de novo) e a antissocial de Rooney Mara, que trabalham juntos para investigar o desaparecimento da herdeira de uma família poderosa, onde cada tio, primo, e bisavô de passado nebuloso se mostram como potenciais suspeitos. Uma perturbadora e surpreendente história de detetive, que vai muito além de um mero whodunit para chocar o espectador.

 

Pânico (1996)

 

Se há alguma dúvida sobre como funciona o subgênero do whodunit, basta olhar para uma das franquias de terror mais populares dos últimos anos. Em todos os seus cinco exemplares, Pânico nada mais é do que uma história de descobrir quem é o assassino por trás da máscara de Ghostface, cujo ícone é sempre um manto a ser passado e reaproveitado a cada filme. Seja nos longas de Wes Craven ou no reboot lançado em 2022, Pânico se diverte com a gigantesca lista de suspeitos e as mais absurdas resoluções para que o espectador nunca consiga prever quem está por trás da máscara amedrontadora.

 

Os Suspeitos (2013)

 

Antes de maravilhar Hollywood com os mundos fantásticos de Blade Runner 2049 e a nova versão de Duna, Denis Villeneuve aplicou seus talentos formidáveis em um atmosférico filme de suspense. Os Suspeitos acompanha o desaparecimento de duas crianças em um bairro familiar, colocando os pais e policiais da cidadezinha em profundo desespero. É um filme onde a solução parece estar bem abaixo do nariz, com a ascensão de um suspeito bem evidente, mas que se revela bem mais complexo e fascinante à medida em que o investigador vivido por Jake Gyllenhaal mergulha em um verdadeiro buraco negro de contradições e segredos. Simplesmente imperdível.

 

Zodíaco (2007)

 

Novamente temos David Fincher na lista, e agora com uma assustadora história real. Pior do que a angústia de não saber quem é o culpado em uma narrativa whodunit, é a certeza absoluta de não ter uma resposta quando os créditos começam a subir. É o que acontece no sombrio Zodíaco, que acompanha a nuvem de terror que um enigmático serial killer jogou na população americana na década de 70, colocando jornalistas, detetives e até cartunistas em uma missão para desvendar seus enigmas e investigar todos os potenciais suspeitos por trás das mortes espalhadas pelo estado da Califórnia. Como o Zodíaco nunca foi apanhado na vida real, o filme de Fincher é um whodunit sem respostas, contando apenas com suposições fortes e um quebra-cabeças realmente instigante e aterrorizante. Anos depois, ainda é possível encontrar esse culpado?

 

Garota Exemplar (2014)

Para finalizar, mais uma vez David Fincher surge na lista. Considerado outro longa obra-prima na carreira do diretor, Garota Exemplar adapta o livro best seller de Gillian Flynn que chocou a todos com suas reviravoltas insanas e final surpreendente. Na trama, acompanhamos o relacionamento aparentemente perfeito do casal Dunne.

Muito apaixonados, tudo parece ser um conto de fadas para Nick e Amy, uma bem-sucedida escritora infantil americana. Entretanto, a vida sofre uma tremenda reviravolta quando Amy subitamente desaparece. Por ser famosa, rapidamente a polícia começa a agir e, ao coletar evidências do desaparecimento, encontra diversos indícios de um assassinato brutal na casa dos Dunne.

 

Inocente até que se prove o contrário, Nick, com toda a opinião pública e familiares contra ele, precisa agir rapidamente para conseguir provar a sua inocência e, de quebra, ainda encontrar Amy que ainda pode estar viva. O que ele não sabe é que durante a sua investigação particular, Nick acabará encontrando provas de que Amy não é a mulher que ele pensava que fosse.

*Esta é uma página de autoria de SKY SÃO PAULO e não faz parte do conteúdo jornalístico do MIDIAMAX.

Veja também

Com Julia Roberts e George Clooney, "Ingresso para o Paraíso" chega aos cinemas americanos em 21 de outubro

Últimas notícias