Em todos os cantos, tem programação cultural a partir desta sexta-feira (21) e que se estende por todo o fim de semana. Do show ao tour gastronômico, é possível encontrar opções. Quer saber mais? Acompanhe a programação selecionada pelo MidiaMAIS.

Sexta-feira (21):

Niver do Simona

Foto: Divulgação

Um dos músicos mais tradicionais do Estado e com 55 anos de carreira, Manoel Sotero de Oliveira faz aniversário. A comemoração dos 73 anos começa nesta sexta (21), quando ele se apresenta na Casa do João, em Bonito, região sudoeste do estado.

No sábado (22), Simona estará no Clan Bier e, no domingo (23), no Mamede (Summer Beer Conveniência), ambos em Campo Grande. O convite é pra todos e ele diz que terá muita “sonzeira” e novas canções.

“Todos estão convidados. Aguardo o pessoal da também, além do público. A expectativa é que será uma festa de amigos no palco e também estarei ao lado dos meus filhos e sobrinhos, que vão cantar comigo”, finalizou.

Festival e Simpósio Internacional de Violão de Campo Grande

O festival, que começou no início da semana, se estende até sábado (22), com apresentações artísticas, além de atividades didáticas e científicas sobre o violão solista, com direção artística de Marcelo Fernandes.

Entre os violonistas estão profissionais do Brasil e também do Uruguai, Argentina, entre outros.

Neste ano, o festival tem apoio do governo estadual e ainda atividades didáticas de iniciação musical para comunidades em vulnerabilidade social de Campo Grande. Todas as atividades são gratuitas e certificadas pela (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul).

Manual de Barro II – “Concerto em Céu Aberto para Solos de Objeto”

A Estação Cultural Teatro do Mundo tem o prazer de apresentar: Manual de Barro II – “Concerto em Céu Aberto para Solos de Objeto” de Marcos Moura. Será um espetáculo para toda família, com apresentações sexta (21), sábado (22) e domingo (23).

Os ingressos promocionais estão custando R$ 20 e as reservas podem ser feitas pelo WhatsApp: (67) 99696-9774.

1° Circuito Gastronômico CG

O I circuito gastronômico de CG, que começou esta semana e é uma oportunidade para quem quer conhecer mais da gastronomia regional, a colocando como parte importante do patrimônio cultural, pode visitar diversos estabelecimentos de Campo Grande nesta sexta (21), sábado (22) e domingo (23).

Agricultores, produtores de queijo, fabricantes de cerveja e vinho e outros produtores de alimentos e bebidas regionais podem criar empregos na região e contribuir para a economia local. Mais informações pelo Whatsapp: (67)99640-1249

Red Hot Chili Peppers Cover Brasil

A banda Red Hot Chili Peppers faz uma apresentação cover no Blues Bar, nesta sexta (21) e sábado (22).

O Blues fica localizado na Rua 15 de Novembro, número 1186, Centro. Mais informações 67 99234-4811.

Show na Cervejaria Canalhas

Celebrando a cultura da viola caipira, Renatto Mendes e banda estarão com show incrível na Cervejaria Canalhas, no feriado de Tiradentes, dia 21 de abril.

O evento terá convidados especiais e será uma festa com energia contagiante, tocando clássicos da música brasileira. A Cervejaria Canalhas fica na Rua Dom Lustosa, número 214, Jardim Seminário.

Expogrande 2023

Sexta-feira (21): Gusttavo Lima/Pedro Sampaio

Sábado (22)

Projeto “Memória e Identidade”

Integrantes da banda campo-grandense Kzulo realizam o projeto “Memória e Identidade”, no sábado (2), na Kasa do Matheus, em , região leste do estado.

Serão oficinas gratutias de gestão de projetos culturais, composição musical, musicalização, ritmo e percussão.

Além disso, às 20h30, a banda fará um show de 1h executando 12 músicas autorais. Na ocasião, se apresenta a artista local Alba Lessa, que realizará a abertura do show no mesmo local das oficinas.

Conforme o contrabaixista da banda, Ricardo Lourenço, essa é a 2ª cidade de um total de três que eles devem passar com o projeto. Antes, o projeto ocorreu em e agora em Três Lagoas. O encerramento será no dia 6 de maio, em Nova Andradina.

Quais são as oficinas oferecidas?

  • oficina de gestão de projetos culturais na área musical, ministrada por Alejandro Lasso, Julián Vargas e Ricardo Lourenço
  • oficina de composição musical, ministrada por Lucas Rabelo, Marco Aurélio Moreira e Wellington Chaves; e,
  • oficina de musicalização, ritmo e percussão, ministrada por Cláudio Alves e Lana Dias.

As vagas para as oficinas em Três Lagoas já foram preenchidas, mas, quem se interessar em fazer na cidade de Nova Andradina deve clicar aqui. Mais informações podem ser adquiridas pelo Instagram da banda @projetokzulo.

Espectáculo “Uma Moça da Cidade”

Foto: Grupo UBU/Divulgação
Foto: Grupo UBU/Divulgação

O Grupo UBU de Artes Cênicas está executando um projeto, de sexta (21) a domingo (23), com apresentações do espetáculo “Uma Moça da Cidade”. As apresentações são no Teatro de Bolso Fulano di Tal, sempre às 20h.

O Grupo UBU – grupo de artes cênicas, originou-se na UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) com o nome de “Grupo Teatral e Performático Monopólio Alface Negra”, no ano de 1991. Seis anos depois, se tornou a “Cia Troupe de Teatro”. Já em 1997 se desvinculou da instituição.

Dois anos depois, uma nova mudança: o grupo titulou-se “República Cênica”, e assim permaneceu até meados de 2007, quando passou a se chamar Grupo UBU – Grupo de Artes Cênicas, perfazendo 32 anos de trajetória, pesquisa continuada e trabalho. São ao todo 16 espetáculos, 5 performances e 5 prêmios nacionais.

Expogrande 2023

Sábado (22): Luan Santana/Gustavo Mioto

Domingo (23)

Projeto “Salve Hip-Hop” 

O projeto chega na quarta edição no domingo (23), na favela do Mandela, localizada na rua Jorge Budib com Elmira Ferreira Lima, nº 973. O evento começa com o coletivo Graffiti Campão, a partir das 9h, desenvolvendo os desenhos e suas cores pela comunidade.

No período da tarde, a partir das 13h, começam as apresentações musicais com os Rappers e Djs juntamente com as apresentações de dança breaking. Também teremos no evento a exposição de livros com diversos temas, e brindes, sendo uma parceria com a biblioteca do Horto Florestal.

A intenção também é comemorar 50 anos da cultura hip-hop, com apresentações de artistas e escritores urbanos e shows com grupos de dança breaking.

Quem é o “Salve Hip-Hop”?

É um coletivo de produtores e artistas que se reúnem para levar a cultura de rua aos bairros periféricos de Campo Grande, há cerca de dois anos.

O idealizador, Nelson Marques, produtor cultural e integrante do grupo de rappers Vadios 67- coletivo sul-mato-grossense, é quem percebeu os anseios dos bairros e o crescimento da cidade, juntamente com os demais artistas do hip-hop que também se identificam com a carência.

Cronograma:

9h – início montagem de equipamento e som ambiente

09h30 às 18h – pinturas dos artistas grafiteiros

10h – cachorro quente e brindes paras da comunidade

13h às 20h – apresentações de rappers e breaking

14h às 18h – exposição e brindes de livros

Expogrande 2023

Domingo (23): Almir Sater/Jads e Jadson, com entrada gratuita