Afastada dos holofotes, a sucuri Gaby Amarantos, do Bioparque Pantanal, esteve sumida nas últimas semanas. A ausência da majestosa cobra do circuito de aquários levantou boatos de que poderia ter sido “demitida”, ou até mesmo fugido.

Alguns brincaram ainda que a famosa e polêmica serpente poderia ter tirado uns dias de ou apresentado um atestado médico. Em meio à boataria, o Bioparque Pantanal finalmente esclareceu a verdade sobre o sumiço.

Por onde andava Gaby? Ansiosos para conhecê-la, visitantes se frustravam cada vez que iam até o Aquário e não encontravam a queridinha sucuri. Seu recinto estava em obras e, por isso, ela foi recolhida por alguns dias.

“A casinha dela passou por algumas reformas para seu bem-estar. Gaby já está de volta no circuito e se mostrou muito confortável e feliz em sua casa reformada”, afirma o ponto turístico.

Gaby se exibindo em seu tanque no Aquário do Pantanal - (Fotos: Reprodução/Bioparque Pantanal) sucuri
Gaby se exibindo em seu tanque no – (Fotos: Reprodução/Bioparque Pantanal)

O que mudou na casa da sucuri Gaby?

Cada recinto do Bioparque é adaptado para receber a espécie que abriga. No caso de Gaby, o cenário, obviamente, foi feito para uma sucuri.

“Às vezes, os animais vêm porque não conseguem se readaptar à natureza. Então, dentro do aquário, a gente tenta utilizar materiais que possam proporcionar bem-estar para esse animal e fazer ele sentir o mais em casa possível”, diz o cenógrafo Roberto Gallo.

Plantas de silicone e areia natural ajudam sucuri a ficar mais a vontade - (Fotos: Bioparque Pantanal/Reprodução)
Plantas de silicone e areia natural ajudam sucuri a ficar mais à vontade – (Fotos: Bioparque Pantanal/Reprodução)

O tanque em que Gaby fica é somente dela e conta com seixo natural, areia natural bem fina e plantas de silicone com aspecto natural.

“Procuramos restaurar algumas plantas para deixar alguns espaços de refúgio para ela, a gente sabe que tem lugares que ela gosta de ficar. Também procuramos abrir um pouco o visual para as pessoas poderem observar”, conta o cenógrafo.

Detalhes novos deram outra cara ao tanque de Gaby no Aquário - (Fotos: Bioparque Pantanal/Reprodução)
Detalhes novos deram outra cara ao tanque de Gaby no Aquário – (Fotos: Bioparque Pantanal/Reprodução)

No recinto da sucuri, há ainda áreas aquecidas com eletricidade e lâmpadas especiais. “Temos uma preocupação, principalmente, com o bem-estar do animal. Não justifica estarmos prendendo um animal apenas para entretenimento, o objetivo principal é científico e educacional, pra gente conhecer a vida selvagem e poder preservar”, finaliza Gallo.

Para a alegria dos fãs, Gaby já pode ser vista normalmente em qualquer ao Bioparque. Os agendamentos podem ser feitos toda segunda-feira no site oficial do Aquário e há entrega de senhas por ordem de chegada de segunda a sábado.

Cenografia do espaço de Gaby sendo ajustada para seu bem-estar - (Foto: Reprodução/Bioparque Pantanal)
Cenografia do espaço de Gaby sendo ajustada para seu bem-estar – (Foto: Reprodução/Bioparque Pantanal)

Sucuri está perdendo a fama?

A famosinha sucuri celebridade de causou em junho quando deu uma voltinha no Parque das Nações e exibiu um “olho branco” (indicando que uma troca de pele estava próxima). Gaby chamou a atenção e despertou a curiosidade dos campo-grandenses, mas, meses após as polêmicas, a cobra está meio sumida.

Pois é, a estrela do Bioparque Pantanal, perdeu os holofotes depois de “causar” muito em Campo Grande. A chegada de novos animais exóticos que não são da fauna pantaneira podem ser o principal motivo para a perda do “estrelato”.

Sucuri Gaby passeando no Parque das Nações - (Fotos: Reprodução/Redes Sociais)
Sucuri Gaby passeando no Parque das Nações – (Fotos: Reprodução/Redes Sociais)

Duas espécies, em especial, têm ofuscado Gaby no grande Aquário: os axolotes, ou monstros aquáticos mexicanos, e os peixes-palhaço, famosos pelo filme “Procurando Nemo”.

Ao MidiaMAIS, o Bioparque Pantanal confirmou que essas espécies têm sido as queridinhas e se tornaram as principais atrações desde que chegaram. Confira os detalhes clicando aqui.

Fale com o WhatsApp do MidiaMAIS!

Tem algo legal para compartilhar com a gente ou quer comentar a história acima? Fale direto com os jornalistas do MidiaMAIS através do WhatsApp.

Mergulhe no universo do entretenimento e da cultura participando do nosso grupo no Facebook: um lugar aberto ao bate-papo, troca de informação, sugestões, enquetes e muito mais. Você também pode acompanhar nossas atualizações no Instagram e no Tiktok.