Taxista chegou a falar que, ao retornar à via, sentiu o impacto na traseira do carro

O táxi Fiat Siena, branco, placas HTP-0186, de Campo Grande, capotou na manhã desta quarta-feira (11), ao ser colhido pela caminhonete Ford F-350, branca, placas HTG-8956, de Campo Grande (MS). O acidente aconteceu na Avenida Costa e Silva quase esquina com a Rua Frei Henrique de Coimbra, na Vila Progresso, região sul de Campo Grande.

O táxi era conduzido por Luan dos Santos Brandão, de 24 anos, que teve diversas escoriações pelo corpo. Ele foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e encaminhado para a Santa Casa.

O taxista contou que tinha parado na Avenida, do lado do acostamento e deixado um passageiro. Ao retornar para a via, no sentido UFMS/Centro acionou a seta e em seguida sentiu o impacto. Com isso, o automóvel capotou e foi parar no canteiro, a cerca de 100 metros de onde havia deixado o cliente.

O condutor da caminhonete foi identificado como Alain Barbosa de Melo, de 38 anos, e não teve ferimentos. Ele permaneceu no local e, junto com os bombeiros, aguardava a chegada do BPTran (Batalhão de Policiamento de Trânsito).