Reunião nesta tarde avalia fim de internações em postos de saúde da Capital

Representantes das secretarias municipal e estadual de Saúde, Hospital Regional, Hospital Universitário, Santa Casa de Campo Grande, Hospital do Câncer e MPE (Ministério Público Estadual) estão, desde o início da tarde desta quarta-feira (20), discutindo soluções para a falta de leitos em hospitais da Capital. Semana passada, a promotora Filomena Aparecida Fluminhan recomendou a...
| 20/08/2014
- 22:16
Reunião nesta tarde avalia fim de internações em postos de saúde da Capital

Representantes das secretarias municipal e estadual de Saúde, Hospital Regional, Hospital Universitário, Santa Casa de Campo Grande, Hospital do Câncer e MPE (Ministério Público Estadual) estão, desde o início da tarde desta quarta-feira (20), discutindo soluções para a falta de leitos em hospitais da Capital.

Semana passada, a promotora Filomena Aparecida Fluminhan recomendou ao município que, em 10 dias, providencie vagas hospitalares suficientes para suprir a demanda. O objetivo é, principalmente, evitar internações improvisadas nas UPAs (Unidade de Pronto Atendimento) e postos de saúde.

A promotora participa da reunião desta quarta-feira. Também na semana passada, a Santa Casa chegou a restringir o atendimento no setor de ortopedia, por conta da superlotação, enquanto surgiram vários casos de pacientes aguardando, nas demais unidades de saúde, vagas em hospitais.

Últimas notícias