eBay tem mais mulheres entre as grandes da tecnologia

O eBay é a empresa que tem a maior parcela de mulheres no conjunto de empregados entre as grandes companhia de tecnologia. De acordo com relatório do próprio eBay, publicado na última quinta-feira, 42% de sua força de trabalho é feminina. Google, Twitter e Facebook, que publicaram seus relatórios recentemente, revelaram que apenas 30% dos […]
| 01/08/2014
- 20:02
eBay tem mais mulheres entre as grandes da tecnologia

O eBay é a empresa que tem a maior parcela de mulheres no conjunto de empregados entre as grandes companhia de tecnologia. De acordo com relatório do próprio eBay, publicado na última quinta-feira, 42% de sua força de trabalho é feminina.

Google, Twitter e Facebook, que publicaram seus relatórios recentemente, revelaram que apenas 30% dos funcionários em média são mulheres. Outras empresas de tecnologia superam a marca dos 30% de mulheres, como Yahoo (37%), Linkedin (39%) e Pinterest (40%). O estudo do eBay mostrou também que 28% das mulheres estão em cargos de liderança na companhia, o dobro quando comparado com a pesquisa de três anos atrás.

Divisão por etnias

Porém, quando separado por etnia o eBay segue o padrão das outras gigantes do setor com predominância de brancos e asiáticos. No quadro de colaboradores de tecnologia, 55% são asiáticos e 40% são brancos, com apenas 5% dos cargos distribuídos entre afrodescendentes, latinos e etnias múltiplas. A diferença é ainda maior em cargos de liderança, com 72% de brancos como empregados neste setor, 22% asiáticos e novamente 5% entre as minorias.

No post publicado no blog do eBay, que possui 33 mil funcionários, a companhia reconhece dificuldades para contratação de diferentes etnias. “Assim como acontece com outros do setor, nós continuamos a trabalhar duro para recrutar tecnólogos de diversos históricos raciais”, afirma a companhia.

O eBay informa que desenvolve programas e parcerias com ONGs de igualdade racial afrodescendentes, latinas e femininas, além dos veteranos de guerra com ferimentos e deficiências – as outras empresas de tecnologia não citaram esta classe nos programas de diversidade – para diminuir a diferença nos cargos tecnológicos.

Últimas notícias