Ontem (15), por volta das 22h15, uma residência de um agente tributário (ATE) foi invadida por dois assaltantes armados com revólveres em Três Lagoas – a 338 quilômetros de Campo Grande.

A casa que fica localizada na Rua José Palma no bairro Santos Dumont, no momento do crime acontecia uma festa de aniversário da mulher do servidor. Depois de alguns convidados irem embora ela foi rendida pelos bandidos.

A dupla invadiu a residência e ameaçou as pessoas de morte exigindo que tudo de valor fosse entregue. O agente tributário que estava nos fundos do imóvel, ao notar o crime conseguiu sair sem ser percebido pelos criminosos.

Ele pediu ajuda aos vizinhos que acionaram a Polícia Militar que enviou equipes para o local.

Segundo informações da imprensa  um dos policiais que atenderam à ocorrência disse que o agente tributário achou que ia morrer porque estava com sua carteira de identificação de ATE, que é bem parecida com a da polícia.

Um amigo da família também foi rendido quando chegou à residência em uma S-10, pois chegou no momento do crime, e ao descer da caminhonete os bandidos o levaram para dentro.

Os dois assaltantes mandaram que as vítimas se deitassem na sala enquanto vasculhavam e recolhiam materiais de valor.

Duas guarnições da Rondas Ostensivas e Táticas do Interior (Rotai) entraram na casa e notaram que uma das vítimas estava sofrendo ameaças de morte com uma arma apontada na cabeça por um dos criminosos.

Em uma ação rápida da polícia para tentar salvar os reféns, os policiais tentaram render os bandidos, mas foram recebidos com tiros.

Na troca de tiros um dos assaltantes foi baleado nas costas e o outro na cabeça, tendo de serem socorridos e levados ao hospital. Em virtude da gravidade dos ferimentos ambos  morreram ao dar entrada na unidade hospitalar.

Nenhuma das vítimas sofreu ferimentos durante a troca de tiros da polícia com os ladrões.

Os dois assaltantes não foram identificados até o momento. A polícia também não descarta a possibilidade de um terceiro envolvido que aguardava nas proximidades da casa os comparsas.

Outros crimes

Segundo a polícia os assaltantes são os principais suspeitos de terem praticados outros delitos da mesma natureza, como em uma lanchonete do posto de gasolina e de uma gráfica, ambos na BR-262.

Um terceiro assalto ocorrido nesta semana em uma residência no bairro Jardim dos Ipês, em que os bandidos agiram da mesma forma, pode ter sido feito pelos envolvidos mortos na ação. (Com informações da rádio Caçula)