A vereadora Luiza Ribeiro (PPS) pediu ao presidente da Câmara Municipal, vereador Mário César (PMDB) que o julgamento da Comissão Processante fosse suspenso, por ter somente ela da base aliada ao prefeito Alcides Bernal (PP) na sessão. O julgamento da cassação do prefeito foi retomado na tarde desta quinta-feira (26).

Mais cedo, a vereadora afirmou que não iria sair da Câmara. Ela criticou o fato de seus oponentes terem entrado com uma liminar para barrar a decisão do vice-presidente do TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul), desembargador João Batista da Costa Marques, que suspendeu a votação do processo de cassação do prefeito.