O Partido dos Trabalhadores em Mato Grosso do Sul recebe amanhã, dia 18, o presidente nacional do PT, Rui Falcão. A vinda do dirigente máximo da sigla esquenta o debate interno do partido sobre as eleições de 2012. Essa é a avaliação do deputado estadual Pedro Kemp, um dos nomes cotados pelos petistas para sucessão do prefeito Nelsinho Trad (PMDB) na capital. “O PT precisa fazer a disputa em Campo Grande e nos demais municípios de Mato Grosso Sul. Essa é a orientação nacional do partido e um desejo da militância”, resumiu Kemp.

Para o parlamentar, na disputa em 2012, o partido terá como desafio fortalecer o PT nos municípios brasileiros. De acordo com Kemp, na eleição passada (2010) os petistas fizeram muitas concessões aos aliados em prol de um projeto maior – a eleição da presidente Dilma Roussef. Agora, no entanto, o trabalho será ampliar atuação do partido nos municípios. “2012 será o ano do PT. Será a vez de fortalecer o partido”, enfatizou.

Presidente do PT nacional, Rui Falcão é deputado estadual de São Paulo e um dos sócios fundadores do partido. Já ocupou o cargo de deputado federal (2000 a 2004) e disputou em 2004, ao lado de Marta Suplicy, a prefeitura de São Paulo. Assumiu o PT, após o afastamento do presidente eleito José Eduardo Dutra, que deixou o cargo em março deste ano por motivos de saúde.

A agenda de Rui Falcão em Campo Grande terá início com um encontro entre o presidente nacional do PT, os membros da Executiva Estadual e os representantes dos Setoriais. Às 10h30, acontece uma coletiva de imprensa na sede do partido e logo em seguida um almoço para os membros do diretório, presidentes municipais e lideranças políticas.