Um dos jogadores mais experientes da seleção brasileira, o goleiro Alisson comentou sobre o trabalho de renovação que o técnico Fernando Diniz começa a implementar. Assim, destacou a qualidade dos atletas mais novos durante entrevista coletiva realizada nesta quarta-feira (15), em Teresópolis (RJ).

“A nova geração tem encarado de uma maneira diferente o desafio de vestir a camisa da seleção e ser um jogador profissional. Têm demonstrado com palavras e atitudes que querem evoluir e crescer, estão dispostos a vir aqui e aprender e são talentosos por natureza”, afirmou o goleiro.

Alisson disse ainda como tem sido o relacionamento dos atletas recém-chegados com os mais experientes e vê uma safra promissora. “É muito fácil lidar com eles. Tenho certeza de que aqui, com a qualidade que temos, todos podem crescer muito. Eles são os jogadores que vão acabar decidindo para nós as partidas”.

O jogador do Liverpool está de volta ao time após o corte de Ederson, titular da posição nas quatro partidas que o Brasil disputou nas Eliminatórias Sul-Americanas para a do Mundo de 2026. Dessa forma, feliz pelo retorno, ele preferiu destacar a competitividade que existe no grupo da seleção.

“Respeito. Essa é a palavra principal. Todos aqui têm condições de jogar e têm merecimento para estar aqui. Nos ciclos passados já havia sido dado mais oportunidades para todos. O Ederson vinha tendo mais oportunidades com o Tite. Eu fui o goleiro da última Copa. Todos que estavam aqui tinham condições de jogar e continua igual. Não muda nada o meu comportamento”, afirmou.

Alisson se diz ‘feliz’ por ser um dos mais velhos

Com 31 anos, Alisson comentou ainda sobre a sua longevidade com a camisa da seleção brasileira. “Estou feliz de ser um dos mais velhos. Sempre busquei ter longevidade aqui e ela vem com consistência e trabalho bem executado ao longo do tempo. Não faço muitos planos para o futuro, mas é uma meta, sim, ter longevidade na seleção. E, para isso, preciso seguir atuando em alto nível”, disse o goleiro.

O Brasil realiza o seu primeiro jogo desta Data nesta quinta-feira (16), diante da Colômbia, em Barranquilla. Então, o segundo compromisso acontece na próxima terça-feira (21) contra a líder Argentina, no Maracanã.

Assim, com 7 pontos em quatro jogos, o time do técnico Fernando Diniz ocupa o terceiro lugar.